Dor no nervo ciático

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Dor no nervo ciático

O que é?

Ciática é o nome da dor no nervo ciático. Qualquer coisa que irritar esse nervo pode fazer você sentir dor. Ela varia de suave à grave e geralmente é causada por um nervo comprimido na base da coluna vertebral.

Na maior parte dos casos, a dor no nervo ciático vai embora por conta própria, e na grande maioria das vezes não é necessário fazer cirurgias. Cerca de metade das pessoas se recupera dentro de 6 semanas.

 

Não tem plano de Saúde?

Dor nas costas x ciática

Frequentemente, o termo “ciática” é confundido com dor nas costas em geral. A diferença: a ciática não é só na coluna. O nervo ciático é o maior nervo no corpo humano. Ele começa na parte inferior das costas, passa pelo bumbum e desce pelas pernas, terminando logo abaixo do joelho. Ele que “faz” você sentir a pele do pé e da perna.

A ciática não é uma condição, mas sim um sintoma de outro problema envolvendo o nervo ciático. Alguns especialistas estimam que até 40% das pessoas irão sentir ciática pelo menos uma vez na vida.

 

Resumo sobre a dor no nervo ciático

  • O nervo ciático é o maior nervo no corpo humano.
  • A causa mais comum de ciática é a hérnia.
  • A terapia cognitivo-comportamental pode ajudar algumas pessoas a controlar a dor da ciática.
  • A ciática é um sintoma.

Sintomas de dor no nervo ciático

O principal sintoma é uma dor aguda, podendo ser na parte inferior das costas e na nádega. Além disso, você pode ter dor na perna direita, por exemplo, mas pode ser na parte de trás de qualquer uma das pernas. Outros sintomas comuns de dor no nervo ciático incluem:

  • Dormência na perna ao longo do nervo
  • Sensação de formigamento (alfinetes e agulhas) nos pés e dedos dos pés

Essa dor pode piorar se a pessoa ficar sentada por longos períodos de tempo.

 

Não tem plano de saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já

 

Quais são os tratamentos para dor no nervo ciático?

Nós iremos olhar tratamentos para ciática aguda e crônica individualmente. Iremos falar também de como aliviar a dor no nervo ciático em cada um dos casos.

 

Tratamentos para ciática aguda

A maior parte dos casos de ciática aguda podem ser tratados em casa. Essas medidas incluem:

  • Analgésicos que não precisam de prescrição médica, como ibuprofeno, que também podem ser comprados on-line.
  • Exercícios para o nervo ciático, como caminhadas ou leves alongamentos
  • Bolsas de compressa quente ou fria ajudam a diminuir a dor. Muitas vezes é útil alternar entre os dois.

Nem todos os analgésicos funcionam para todas as pessoas. Logo, é preciso se certificar com o seu médico se, por exemplo, a nimesulida funciona pra você.

 

Tratamentos para ciática crônica

Os tratamentos para dor crônica no nervo ciático geralmente envolvem uma combinação de medidas de autocuidado e tratamento médico:

  • Fisioterapia
  • Terapia cognitivo-comportamental- ajuda a administrar a dor crônica ao treinar as pessoas a reagirem diferentemente a suas dores
  • Analgésicos

A cirurgia pode ser uma opção se os sintomas não melhorarem. Opções de cirurgia incluem:

  • Laminectomia lombar – alargamento da medula espinhal na parte inferior das costas para reduzir a pressão sobre os nervos.
  • Discectomia- remoção parcial ou total de uma hérnia de disco.

O cirurgião analisará os riscos e benefícios da cirurgia e, então, poderá indicar a melhor opção cirúrgica para você.

 

Exercícios e alongamentos

Há muitas maneiras de aliviar a pressão no nervo ciático através de exercícios. Isso permite que os pacientes:

  • Aliviem os sintomas por conta própria
  • Diminuam ou evitem tomar remédios sempre que possível
  • Encontrem conforto em longo prazo e alívio para a sua condição durante os surtos

Causas da dor no nervo ciático

A ciática é um sintoma comum de diversas condições médicas diferentes; entretanto, estima-se que cerca de 90% dos casos ocorrem por causa de hérnia. A coluna vertebral é formada por 3 partes:

  • Vértebras (ossos na coluna que protegem os nervos)
  • Discos
  • Nervos

Os discos são feitos de cartilagem, que é um material forte e resiliente. A cartilagem funciona como uma almofada entre cada vértebra e permite que a coluna seja flexível.  Uma hérnia de disco ocorre quando o disco é empurrado para fora do lugar, pressionando o nervo ciático. Outras causas de ciática incluem:

  • Estenose espinhal lombar – estreitamento da medula espinal na parte inferior das costas.
  • Espondilolistese – uma condição em que um disco desliza para a frente sobre a vértebra abaixo dele.
  • Tumores na coluna – podem comprimir a raiz do nervo ciático.
  • Infecção – no fim das contas, pode afetar a coluna.
  • Outras causas – por exemplo, lesão na espinha.
  • Síndrome da cauda equina – uma condição rara, mas grave, que afeta os nervos na parte inferior da medula espinhal; requer atenção médica imediata.

Em muitos casos de ciática, não há uma única causa óbvia.

Fatores de risco para dor no nervo ciático

Fatores comuns de risco incluem:

  • Idade: pessoas em seus 30 e 40 anos têm um maior risco de dor no nervo ciático
  • Profissão: empregos que requerem o levantamento de cargas pesadas por um longo período
  • Estilo de vida sedentário: pessoas que ficam sentadas por longos períodos de tempo e não fazem exercícios tem mais chance de ter ciática, quando comparadas a pessoas ativas.

Gravidez

Você pode ter dor nas costas durante a gravidez. Estima-se que 50 a 80% das mulheres sofram com isso. Hormônios produzidos durante a gravidez, tal como a relaxina, fazem com que ligamentos se afrouxem e alonguem, o que pode causar dores nas costas em algumas mulheres. No entanto, a dor ciática devido a uma hérnia de disco não é comum durante a gravidez.

Evitando a dor ciática

Em alguns casos, a dor no nervo ciático pode ser evitada. Há uma série de mudanças no estilo de vida que podem fazer você ter menos dor. Fazer exercícios regulares e certificar de estar com a postura correta enquanto estiver em pé, sentado e levantando objetos pode te ajudar.

Como a dor no nervo ciático é diagnosticada?

Se seus sintomas da dor ciática forem leves e não durarem por mais de 4-8 semanas, provavelmente você tem dor ciática aguda. Os cuidados médicos nesse caso geralmente não são necessários.

Um histórico médico completo poderá acelerar o diagnóstico. Os médicos também farão o paciente realizar exercícios básicos que esticam o nervo ciático. Uma dor aguda na perna durante a realização desses exercícios geralmente indica dor ciática.

Se a dor persistir por mais de 4-8 semanas, exames imagiológicos, como raio-X ou ressonância magnética, podem ser necessários para ajudar a identificar o que está comprimindo o nervo ciático e causando os sintomas.

Fonte: Medical News Today