Abstinência alcoólica: Quanto tempo leva para desintoxicação de álcool?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Abstinência alcoólica: Quanto tempo leva para desintoxicação de álcool?

O que você precisa saber sobre abstinência alcoólica?

Se você toma a decisão de parar de beber diariamente e muito, você provavelmente terá sintomas de abstinência. O tempo que leva para desintoxicar-se depende de alguns fatores, incluindo o quanto você bebe, há quanto tempo está bebendo e se já passou por um processo de desintoxicação de álcool.

A maior parte das pessoas para de ter sintomas de desintoxicação de álcool quatro ou cinco dias após o último drinque.

Leia para saber mais sobre que quadro temporal esperar enquanto estiver desintoxicando-se do álcool.

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!

Linha do tempo 

De acordo com uma revisão na literatura de 2013 na Revista de Psiquiatria Industrial, a seguir estão as diretrizes gerais acerca de quando você pode esperar os sintomas de abstinência de álcool:

6 horas 

Os sintomas menores de abstinência geralmente começam por volta de 6 horas após o seu último drinque. Uma pessoa que possui um longo histórico de beber em excesso pode ter uma convulsão 6 horas após parar de beber. 

12 a 24 horas 

Uma pequena porcentagem de pessoas que passa pela abstinência alcoólica tem alucinações nesse ponto. Elas podem ouvir ou ver coisas que não são reais. Enquanto esse sintoma pode ser assustador, os médicos não o consideram uma complicação séria. 

24 a 48 horas 

Os sintomas menores da abstinência geralmente continuam nesse ponto. Esses sintomas podem incluir dores de cabeça, tremores e dor de estômago. Se uma pessoa tiver apenas os sintomas menores da abstinência, os seus sintomas  atingem o pico entre 18 e 24 horas e começam a diminuir após quatro a cinco dias.

48 a 72 horas 

Algumas pessoas experienciam uma forma grave de abstinência alcóolica que os médicos chamam de delirium tremens (DTs) ou delirium de abstinência alcoólica. Uma pessoa com essa condição pode ter uma taxa alta de batimentos cardíacos, ou uma alta temperatura corporal.

72 horas 

É nesse momento que os sintomas da abstinência do álcool geralmente são piores. Em casos raros, sintomas moderados de abstinência podem durar por um mês. Estes incluem batimento cardíaco acelerado e ilusões (ver coisas que não existem). 

Sintomas de abstinência alcoólica

O álcool deprime o sistema nervoso central. Isso causa a sensação de relaxamento e euforia. Já que o corpo geralmente trabalha para manter o equilíbrio, ele sinalizará ao cérebro para produzir mais receptores de neurotransmissores que provocam ou estimulam o sistema nervoso central.  

Quando você para de beber, você retira o álcool não apenas dos receptores que você tinha originalmente, mas também dos receptores adicionais que o seu corpo produziu. Como resultado disso, o seu sistema nervoso está hiperativo. Isso causa sintomas como:

  • Ansiedade
  • Irritabilidade
  • Náusea
  • Ritmo cardíaco acelerado
  • Suor
  • Tremores

Em casos graves, você pode ter DTs. Os sintomas que os médicos associam ao DTs incluem:

  • Alucinações
  • Alta temperatura corporal
  • Ilusões
  • Paranóia
  • Convulsões

Esse são os sintomas mais graves da abstinência alcóolica.

Outros fatores 

Muitos fatores podem afetar quanto tempo demorará para você retirar o álcool e os seus efeitos do corpo. Um médico considerará todos esses fatores quando estiver estimando a duração e a gravidade que os seus sintomas poderão ter.

Os fatores de risco para o DTs incluem:

  • Função anormal do fígado
  • Histórico dos DTs
  • Histórico de convulsões devido à abstinência de álcool
  • Baixa contagem de plaquetas
  • Baixos níveis de potássio
  • Baixos níveis de sódio
  • Idade mais avançada no momento da abstinência
  • Desidratação preexistente
  • Presença de lesões cerebrais
  • Uso de outras drogas

Se você tiver qualquer um desses fatores de risco, é importante que você passe pelo processo de abstinência de álcool em uma instalação médica equipada para prevenir e tratar complicações relacionadas ao álcool. 

Algumas instalações de reabilitação oferecem um rápido processo de desintoxicação. Isso envolve dar medicação sedativa para a pessoa a fim de que não estejam acordadas e conscientes de seus sintomas. No entanto, esta abordagem não é adequada para pessoas com outros problemas de saúde, como problemas cardíacos ou hepáticos.

Tratamentos 

Para avaliar os sintomas de abstinência alcoólica de uma pessoa e recomendar tratamentos, os médicos geralmente usam uma escala chamada Instituto Clínico para Avaliação de Abstinência do Álcool. Quanto maior o número, pior os sintomas de uma pessoa e mais tratamentos são necessários. 

Talvez você não precise de nenhuma medicação para a abstinência alcoólica. Você ainda pode buscar terapia e grupos de apoio conforme você passa por esse processo.

Você pode precisar de remédios se você tiver sintomas moderados a severos. Exemplos incluem:

  • Benzodiazepinas

 Os médicos prescrevem esses medicamentos para reduzir a probabilidade de convulsões durante as abstinências alcóolicas. Exemplos incluem diazepam (Valium), alprazolam (Xanax) e lorazepam. Os médicos geralmente escolhem esses remédios para tratar a pessoa de abstinência de álcool.

  • Fármacos neurolépticos

 Esses medicamentos podem ajudar a diminuir a atividade do sistema nervoso e podem ser úteis na prevenção de convulsões e agitação associadas à abstinência de álcool.

  • Suporte nutricional

 Os médicos podem administrar nutrientes como ácido fólico, tiamina e magnésio para reduzir os sintomas de abstinência e corrigir deficiências nutricionais causadas pelo uso de álcool.

Os médicos podem prescrever outros remédios para tratar os sintomas relacionados à abstinência alcóolica. Um exemplo é um betabloqueador (como o propranolol) para reduzir a pressão alta

Quando os sintomas imediatos da abstinência de álcool tiverem passado, o médico pode prescrever remédios para reduzir a propensão da pessoa voltar a beber. Exemplos incluem:

  • Dissulfiram

Este medicamento pode reduzir os desejos por álcool e faz com que a pessoa se sinta muito mal se beber enquanto estiver tomando o remédio.

  • Naltrexona (Revia)

A naltrexona pode reduzir os desejos por álcool e ajudar a pessoa a manter a abstinência do álcool, bloqueando os receptores de opiáceos (sentir-se bem) em seu corpo.

  • Topiramato (Topamax)

 Este medicamento pode ajudar a reduzir o consumo de álcool e prolongar os períodos de abstinência do abuso de álcool.

O médico pode discutir esses remédios e outros com você. Você pode escolher usá-los junto com a terapia e grupos de apoio para ajudar você a manter a sua sobriedade. 

Como conseguir ajuda?

Se você fica fora do controle quando bebe e está pronto para procurar ajuda, muitas organizações podem ajudá-lo. Outros recursos on-line que oferecem informações bem pesquisadas e suporte incluem os alcoólicos anônimos, por exemplo.

O seu clínico geral pode aconselhá-lo sobre onde procurar atendimento para os sintomas físicos e mentais de abstinência de álcool. É muito importante procurar ajuda se você tiver dificuldades com o alcoolismo. É possível obter tratamento e ter uma vida saudável e sóbria.

Além dos indivíduos sóbrios, muitas pessoas, que estão entre os dois terços restantes, também estão bebendo menos e tendo menos problemas de saúde relacionados ao álcool depois de um ano.  

Fonte: Health Line

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!