Câncer de mama com metástase: o que esperar

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Câncer de mama com metástase: o que esperar

O câncer de mama pode espalhar-se para onde?

A metástase é quando o câncer se espalha para uma parte diferente do seu corpo em relação ao seu lugar de onde ele começou. Em alguns casos, quando o diagnóstico é feito, o câncer já se espalhou. Em outros, o câncer pode espalhar-se após o tratamento inicial. Nesse artigo, vamos falar sobre o câncer de mama com metástase.

Por exemplo, uma pessoa que tem sido tratada para câncer de mama em estágio inicial pode, mais tarde, ser diagnosticada com câncer de mama recorrente ou metastático. O câncer recorrente é o câncer que retorna após o tratamento inicial.

 

Locais mais comuns

A metástase e a recorrência podem ocorrer com quase todos os tipos de câncer.

Os locais mais comum para cânceres de mama com metástase são:

  • Ossos
  • Fígado
  • Pulmão
  • Cérebro

Quando há metástase de câncer de mama, pode-se dizer que a doença está em um estágio avançado.

A metástase ou recorrência do câncer pode ocorrer meses ou até anos após o tratamento inicial do câncer de mama.

 

Tipos de câncer de mama recorrentes

O câncer de mama pode ter uma recorrência local, regional ou distante.

O câncer de mama recorrente local ocorre quando um novo tumor desenvolve-se na mama que o câncer começou. Se a mama foi removida, o tumor pode crescer na caixa torácica ou na pele circundante.

O câncer de mama recorrente regional acontece na mesma região do câncer original. No caso de câncer de mama, pode ser nos gânglios linfáticos acima da clavícula ou na axila.

O câncer de mama recorrente distante ocorre quando células cancerígenas dirigem-se a diferentes partes do corpo. A nova localização é distante do local do câncer original. Quando há uma recorrência do câncer distante, é considerado câncer metastático.

 

Quais são os sintomas de câncer de mama com metástase?

Nem todas as pessoas com câncer de mama com metástase sentem os mesmos sintomas. Quando os sintomas ocorrem, eles podem variar. Os sintomas dependem da localização da metástase e da sua gravidade.

As metástases ósseas podem causar uma dor severa nos ossos.

A metástase hepática pode causar:

  • Icterícia, ou amarelamento da pele e do branco dos olhos
  • Coceira
  • Dor abdominal
  • Perda de apetite
  • Náusea
  • Vômito

 

A metástase de pulmão pode causar:

  • Tosse crônica
  • Dor no peito
  • Cansaço
  • Falta de ar

 

A metástase cerebral pode causar:

  • Fortes dores de cabeça ou pressão na cabeça
  • Distúrbios visuais
  • Náusea
  • Vômito
  • Fala arrastada
  • Mudanças na personalidade ou comportamento
  • Convulsões
  • Fraqueza
  • Dormência
  • Paralisia
  • Problemas com o equilíbrio ou com caminhada

 

Sintomas não específicos que podem acompanhar qualquer forma de câncer de mama de metastase incluem:

  • Fadiga
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Febre

 

Alguns sintomas podem não ser causados pelo próprio câncer, mas pelo tratamento que o paciente está realizando. Se você estiver sentindo qualquer um desses sintomas, converse com um médico. Ele pode recomendar uma terapia para aliviar alguns sintomas.

 

O que causa o câncer de mama com metástase?

Os tratamentos de câncer de mama têm como objetivo eliminar células cancerígenas que possa ficar após a cirurgia. Tratamentos podem incluir radioterapia, terapia hormonal e quimioterapia.

Em alguns casos, algumas células cancerígenas sobrevivem a esses tratamentos. Essas células podem separar-se do tumor original. Então, essas células podem chegar a outras partes do corpo através do sistema circulatório ou do sistema linfático. Uma vez que as células se estabeleçam em algum lugar do corpo, elas têm o potencial de formar um novo tumor. Isso pode acontecer rapidamente ou desenvolver-se anos após o tratamento inicial.

 

Diagnosticando o câncer de mama com metástase

Muitos exames são usados para confirmar um diagnóstico de câncer de mama com metástase. Esses incluem:

  • Ressonância magnética
  • Tomografia computadorizada
  • Raios-X
  • Exame ósseo
  • Biópsia de tecido

 

Tratando a metástase de câncer de mama

Não há uma cura para o câncer de mama com metástase. Há tratamentos que têm como objetivo evitar uma progressão futura, reduzir os sintomas e melhorar a qualidade e expectativa de vida. Os tratamentos são individualizados. Eles dependem do tipo e da extensão da recorrência, o tratamento recebido previamente e a sua saúde de forma geral.

Opções de tratamento podem incluir:

  • Terapia hormonal para câncer de mama RE-positivo, que é o tipo mais comum de câncer de mama
  • Quimioterapia
  • Medicamentos que têm como alvo proteínas específicas em células cancerígenas com o intuito de parar o crescimento, às vezes chamado de terapia direcionada
  • Remédios de construção óssea para reduzir a dor causada pela metástase óssea e aumentar a resistência dos ossos
  • Radioterapia
  • Cirurgia

 

A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou a droga palbociclib (Ibrance) em 2015 para uso em conjunto com um inibidor de aromatase. Esta combinação é usada para tratar o câncer de mama com metástase negativo para HER2 positivo para ER em mulheres que já encontram-se na pós-menopausa.

 

Outras terapias usadas em câncer de mama hormônio positivo incluem:

  • Moduladores seletivos do receptor de estrogênio
  • Fulvestrante (Faslodex)
  • Everolimus (Afinitor)
  • Medicamentos de supressão ovariana
  • Ablação ovariana para impedir que os ovários produzam estrogênio

 

Além da quimioterapia, mulheres com câncer de mama de metástase HER2 positivo também podem se beneficiar de uma terapia combinada incluindo:

  • Pertuzumab (Perjeta)
  • Trastuzumab (Herceptin)
  • Trastuzumabe entansina (Kadcyla)
  • Lapatinibe (Tykerb)

 

Qual é a visão geral?

Decidir qual a opção de tratamento seguir requer tanto conhecimento e consideração. Além de você precisar de trabalhar com o seu médico para entender as suas opções, a escolha final é sua. Conforme você considera as possibilidades, mantenha essas dicas em mente:

 

1- Não se apresse em nada.Tenha um tempo para considerar suas escolhas e obtenha uma segunda opinião, se necessário.

 

2- Leve alguém com você a suas consultas médicas. Tome notas ou pergunte ao seu médico se você pode gravar sua visita. Isso pode ajudar a garantir que você não se esqueça de algo que foi discutido.

 

3- Pergunte. Peça ao seu médico para explicar todos os possíveis benefícios, riscos e efeitos colaterais associados a cada tratamento.

 

4- Considere um ensaio clínico. Descubra se existem ensaios clínicos para os quais você pode ser elegível. Pode haver uma opção de tratamento experimental disponível para o seu câncer específico.

 

5- Embora receber um diagnóstico de câncer de mama de metástase possa ser sufocante, há muitas opções de tratamento que podem ajudar a diminuir os sintomas e prolongar a expectativa de vida.

 

6- Apesar de não existir um tratamento curativo atual, algumas mulheres viverão por muitos anos com câncer de mama com metastase.

 

7- Pesquise sobre como parar o crescimento das células cancerígenas, fortalecer o sistema imunológico, interromper a metástase do câncer que está em andamento e novas opções de tratamento que podem estar disponíveis no futuro.

 

Você pode evitar o câncer de mama com metástase?

Não há uma maneira definitiva de assegurar que o seu câncer não vá recorrer ou metastatizar após o tratamento, mas há alguns passos que você pode seguir para reduzir o seu risco.

 

Esses passos incluem:

  • Manter um peso saudável
  • Parar de fumar
  • Ficar ativo
  • Comer mais frutas e vegetais frescos (pelo menos 2 xícaras e meia por dia), legumes, grãos integrais, aves e peixes
  • Reduzir a ingestão de carne vermelha e comer carne vermelha magra apenas em porções menores
  • Evitar alimentos processados e carregados de açúcar
  • Reduzir o consumo de álcool a uma bebida por dia para mulheres

 

Fonte: Healthline