Como reduzir os 14 sintomas da menopausa precoce

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Como reduzir os 14 sintomas da menopausa precoce

 

A Menopausa precoce

Você pode estar na menopausa precoce. Menopausa precoce ocorre quando uma mulher entre os 40 e 45 anos experiencia sintomas de menopausa e fica 12 meses sem nenhuma menstruação.

Menopausa nessa idade pode ser compreensivelmente inesperada e indesejada, mas menopausa precoce não significa que você tenha que passar o resto de sua vida sofrendo dos sintomas. Quando você entender o que está mudando no seu corpo, você pode balancear os seus hormônios e sentir-se melhor com apenas poucos, simples e naturais passos.

 

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

 

14 sintomas da menopausa precoce

Você está sentindo um ou mais dos sintomas abaixo?

1. Ondas de calor e/ou suores noturnos

2. Dificuldades para dormir

3. Fadiga, falta de energia

4. Mau humor ou irritabilidade

5. Falta de memória / cérebro enevoado

6. Ganho de peso

7. Falta de libido

8. Secura vaginal

9. Desejos

10. Ciclos menstruais irregulares (antes da menstruação parar completamente)

11. Palpitações

12. Frequência ou urgência urinária

13. Infecções urinárias

14. Mudanças na pele (aumento de rugas e da secura)

15. Além dos sintomas acima, a perda óssea também pode ser uma indicadora da menopausa precoce.

 

Você está na menopausa precoce?

– Você tem entre 40 a 45 anos de idade?

– Você não menstruou nenhuma vez no último ano?

– Você está tendo sintomas como insônia, secura vaginal, pensamento embolado ou ondas de calor?

Se você respondeu “sim” para todas essas questões, você pode estar na menopausa precoce.

 

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

 

Como você sabe com certeza se é menopausa precoce, perimenopausa ou menopausa?

Você pode ouvir os termos menopausa precoce, perimenopausa e menopausa prematura alternadamente, mas cada um tem suas próprias diferenças distintas.

Menopausa precoce:

Idade: de 40 à 45 anos

Ciclo menstrual: Sem ciclo menstrual por 12 meses completos

Sintomas: Experimenta sintomas

Perimenopausa:

Idade: Pode começar aos 35 anos e dura até a menopausa, apesar de ser mais comum no meio e final dos 40

Ciclo menstrual: Ciclo menstrual continua, embora possa ser irregular até a idade média da menopausa completa (52 anos)

Sintomas: Experimenta sintomas

Menopausa

Idade: Média de 52 anos

Ciclo menstrual: Sem ciclo menstrual por 12 meses completos

Sintomas: Experimenta sintomas

 

Antes dos 40 anos, algumas mulheres podem sofrer de falência ovariana prematura (FOP). Isso acontece quando os ovários diminuem ou param de produzir óvulos maduros e hormônios reprodutivos. Tem similaridades com a menopausa prematura, exceto que algumas mulheres com FOP ainda podem ter ciclos menstruais ocasionais.

Além disso, mulheres de qualquer idade podem experimentar “menopausa cirúrgica” após uma histerectomia, ooforectomia (remoção do ovário/ovários) e certas outras cirurgias pélvicas, ou podem entrar na “menopausa médica” na sequência de tratamentos de doenças como radiação ou quimioterapia.

 

O que causa menopausa precoce?

A menopausa precoce ocorre quando os hormônios sexuais de uma mulher, incluindo estrogênio e progesterona, começam a flutuar mais rapidamente ou abruptamente antes do que é típico. Em média, as mulheres irão alcançar a menopausa em torno dos 52 anos.

Conforme essas mudanças drásticas e precoces intensificam-se, a habilidade do seu corpo de produzir hormônios continua a declinar, levando a sintomas como ondas de calor, secura vaginal e fadiga repentina. O corpo de cada mulher tem o seu equilíbrio ideal de hormônios, mas, em algum momento, todas nós iremos experimentar as mudanças hormonais que levam à menopausa.

 

4 fatores que influenciam a menopausa precoce

Embora não tenha uma causa específica da menopausa precoce, alguns fatores comuns podem alterar o equilíbrio saudável entre seus hormônios.

1. Histórico familiar: mulheres com um histórico familiar de menopausa precoce têm 60% mais de chance de passar por uma menopausa mais cedo.

2. Má alimentação: muitas vezes não recebemos uma quantidade suficiente de vitaminas, minerais, gorduras saudáveis, carboidratos complexos e proteínas magras que precisamos para o equilíbrio hormonal. Isso é especialmente verdade quando grande parte de nossa comida está cheia de preservativos, açúcar branco e produtos químicos.

3. Toxinas ambientais: certos produtos químicos incluindo xenoestrógenos da BPA encontrados em plástico, toxinas e potentes substâncias sintéticas podem interromper a atividade hormonal normal quando absorvidos em seu corpo.

4. Fumar: se você fuma, há um aumento de 30% do risco de transição para os primeiros estágios da menopausa ser mais rápido.

 

Como reduzir os sintomas da menopausa precoce e sentir-se mais como você

Mesmo se você estiver sofrendo graves desequilíbrios hormonais, você pode seguir alguns passos que fazem as mudanças menos extremas. Isso pode reduzir a frequência que você sente os sintomas e quão intensos eles são. Aqui está o que considerar:

1. Equilibre seus hormônios com remédios de ervas. Muitas ervas provaram ser adaptógenas em seu corpo, que significa que elas aumentam sua resistência ao estresse. Ervas específicas, como cimicífuga, martírio e ashwagandha, incluídas no nosso equilíbrio de ervas, fornecem alívio efetivo para os sintomas da menopausa e ajudar a suavizar os picos e mergulhos de hormônios para equilibrar cortisol, estrogênio e progesterona perto da menopausa precoce.

2. Obtenha a quantidade suficiente dos nutrientes certos. Para restaurar seu desequilíbrio hormonal, tenha certeza que você está adquirindo o suficiente de vitaminas chaves, minerais e nutrientes essenciais na sua dieta e rotina suplementar. Muitos nutrientes dependem da presença de outros nutrientes para fazerem a sua função. Por exemplo, a vitamina E funciona mais eficientemente com a vitamina C. E cálcio tem uma taxa de absorção muito maior quando tomado com magnésio. Isso é exatamente porque muitas mulheres acham que um multivitamínico diário ajuda, mesmo quando estão tentando ter uma dieta saudável.

 

3. Adicione mudanças favoráveis ao estilo de vida. Dormir o suficiente, eliminar toxinas e fazer exercícios têm efeitos positivos na balança hormonal. Reduzir o estresse ajuda a manter o nível do hormônio de estresse, cortisol, entre outros. Sustentar o cortisol alto interfere com os níveis de outros hormônios-chave, criando desequilíbrios com estrogênio, testosterona e progesterona.

 

4. Cuide de seu coração e ossos. A menopausa precoce significa prestar atenção a um conjunto específico de riscos para a saúde em uma idade mais jovem. Os mesmos fatores herdados para a menopausa precoce também podem aumentar o risco de osteoporose e doenças cardiovasculares. Pesquisas mostram que mulheres que entraram na menopausa antes dos 46 anos são suas vezes mais propensas a sofrer um acidente vascular cerebral ou doença cardíaca coronária. Mas não entre em pânico! Você pode reduzir os riscos de uma doença cardiovascular e outras ameaças à saúde fazendo exercícios, parando de fumar e mantendo um peso saudável com uma dieta melhor. Também inclui ômega-3 de alta qualidade que ajuda a reduzir triglicerídeos, um fator de risco conhecido para doenças cardiovasculares. A saúde óssea também pode ser colocada em risco pela menopausa precoce. Uma maneira simples de adicionar suporte ósseo é simplesmente tomando vitamina D diariamente. É fácil, barato e faz uma grande diferença- e geralmente a pílula é bem pequena.

 

5. Tome um cuidado extra com as emoções também. Finalmente, a menopausa precoce pode ter um impacto emocional muito real na sua vida e em seus planos para o futuro, especialmente se ocorrer de maneira inesperada e de repente. Você pode ficar brava com você ou com seu corpo, mas lembre-se, que todos somos diferentes e temos que levar as coisas um dia de cada vez. Com um pouco de cuidado proativo e atenção, você pode superar qualquer desafio emocional, como também fornecer suporte para o seu corpo a fim de que você olhe e sinta o seu melhor agora e nos anos que virão.

Nós realmente acreditamos que se você estiver motivada e comprometida a fazer ajustem em longo prazo, irá ver os resultados positivos. Como mulheres, muitas vezes nos contam o que a menopausa significará para nós, geralmente de forma negativa. Enquanto sua primeira resposta pode ser “Eu não estou pronta para isso!” nós encorajamos você a parar e pensar um pouco sobre as etapas físicas e emocionais que você precisa para que possa tomar o controle e tornar esse tempo de sua vida maravilhoso.

Fonte: Women’s Health Network

 

Clique aqui, e marque sua consulta de ginecologia!