Estou grávida! O que eu preciso saber?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Estou grávida! O que eu preciso saber?

Visão Geral

Gravidez ocorre quando um esperma fertiliza um óvulo após ele ser liberado do ovário durante a ovulação. O óvulo fertilizado viaja até o útero, onde ocorre a implantação. Uma implantação bem sucedida resulta em gravidez. Em média, uma gravidez completa dura 40 semanas. Há muitos fatores que podem afetar uma gravidez.

Mulheres que recebem um diagnóstico precoce e cuidados pré-natais são mais propensas a experimentarem uma gravidez saudável e a darem à luz a um bebê saudável. Saber o que esperar durante toda a gravidez é também importante para monitorar a sua saúde e a saúde do bebê. Se você gostaria de evitar uma gravidez, também há formas efetivas de controle de natalidade para manter em mente.

 

Como eu vou saber se estou grávida?

Antes de você fazer um teste de gravidez, você pode notar sintomas precoces. Alguns dos sinais mais notáveis da gravidez precoce incluem fadiga, náusea (também chamada de enjôo matinal), peitos inchados ou sensíveis e constipação.

Algumas mulheres podem ter cólicas na gravidez, o que geralmente é normal.  Durante o primeiro trimestre, essas cólicas acontecem por causa de mudanças normais que ocorrem durante o desenvolvimento do bebê.

Cada caso é um caso

Além disso, podem ter sangramentos leves. Esse sangramento leve é chamado sangramento de implantação e mais frequentemente ocorre dentro de uma a duas semanas da fertilização.  Manchas de sangue podem seguir, mas o sangramento não é tão pesado quanto um período normal. Em alguns casos, sangramento de implantação é confundido com menstruação.

Sintomas variam entre as mulheres. Algumas mulheres podem experimentar diferentes sintomas entre gravidezes. Por exemplo, você pode sentir enjôos matinais na sua primeira gravidez, mas não na segunda. Sintomas precoces de gravidez não devem ser sua única fonte de confirmação de gravidez. A clínica Mayo aponta que muitos desses sinais também estão relacionados a outras condições de saúde, incluindo TPM.

Como eu posso confirmar uma gravidez?

Testes caseiros de gravidez são muito precisos após o primeiro dia do seu período perdido. Se você obtiver um resultado positivo em um teste caseiro de gravidez, você deve marcar uma consulta com o seu médico imediatamente.  Um ultrassom será usado para confirmar e datar uma gravidez. O tempo da sua primeira consulta também pode depender da sua saúde em geral. Médicos podem dar avaliações especiais para pacientes que são consideradas de alto risco. Isso inclui mulheres que estão acima dos 35 anos, como também mulheres com doença cardíaca ou diabetes.

Quanto mais rápido você descobrir que está grávida, melhor você pode cuidar da saúde do seu bebê.  Check-ups regulares são essenciais para garantir a sua saúde e detectar qualquer problema potencial com a sua gravidez.

Prevenção de gravidez e controle de natalidade

Mulheres que são sexualmente ativas com parceiros homens devem considerar formas de controle de natalidade se não querem ficar grávidas. Alguns métodos de prevenção de gravidez funcionam melhor para alguns indivíduos. Converse com o seu médico sobre o controle de natalidade que é certo para você.

Camisinhas

Usar camisinha para evitar gravidez é conhecido por ser 98% efetivo. Entretanto, a estatística é baseada no uso “perfeito” em condições ideais. Isso significa que há um punhado de fatores que podem dar errado e diminuir a efetividade das camisinhas. Esses incluem:

  • Usar camisinhas vencidas
  • Armazenar preservativos indevidamente
  • Preservativos que rasgam durante o uso

Se você está confiando nas camisinhas para evitar ficar grávida, você pode querer considerar usar um método de contracepção adicional como espermicida ou uma pílula hormonal de controle de natalidade.

A pílula

Pílulas hormonais de controle de natalidade é um método popular de contracepção. Disponíveis sob receita médica, essas pílulas funcionam controlando os níveis hormonais no corpo de uma mulher. Pílulas de controle de natalidade funcionam de três maneiras:

  1. Elas previnem a ovulação.
  2. Elas diminuem o muco cervical para evitar que o esperma atinja um óvulo se fosse liberado.
  3. Elas estreitam o revestimento uterino para evitar a implantação.

Pílulas de controle de natalidade variam nas suas taxas de sucesso. Elas são consideradas 99% efetivas quando usadas perfeitamente e 91% efetivas quando o erro humano é levado em consideração (como esquecer de tomar a pílula na mesma hora todos os dias).

Planejamento familiar natural

Planejamento familiar natural (PFN) é um método de controle de natalidade com os maiores índices de fracasso. Ele funciona rastreando os sintomas do ciclo de uma mulher, prevendo quando ela irá ovular e evitando relações sexuais durante a janela de fertilidade da mulher. Há muitas variáveis que podem afetar o ciclo de uma mulher de mês em mês e gravidezes acidentais podem ocorrer. De acordo com Planned Parenthood, as taxas de fracasso do método PFN são de 24%.

Contracepção de emergência

Há muitas pílulas do “dia seguinte” que são disponíveis, tanto sem receita como com prescrição nas farmácias. Essas pílulas não são previstas como uma forma regular de controle de natalidade. Pelo contrário, elas funcionam como uma segunda opção quando o seu método de controle de natalidade regular fracassa. Elas devem ser usadas dentro de 72 horas após o contato sexual para serem efetivas.

Dispositivos intra-uterinos (DIU)

Dispositivos intra-uterinos (DIU) são pequenos dispositivos colocados no útero para interromper o processo de inseminação. DIUs é atualmente a forma mais efetiva de controle de natalidade com uma taxa de 99+% de prevenção de gravidez.

 

Coisas a ter em mente

Para a maior parte, as mulheres podem seguir com suas vidas, como elas normalmente iriam, enquanto estão grávidas. Entretanto, há algumas coisas importantes a considerar enquanto o seu bebê está crescendo dentro de você.

O seu médico irá lhe dar dicas para uma alimentação saudável e exercícios regulares que irão beneficiar tanto você quanto o seu bebê. Uma vitamina pré-natal pode ajudar a prover o ácido fólico e outros nutrientes que o seu bebê precisa para um desenvolvimento cerebral saudável. Enquanto você estiver grávida, também é crucial evitar qualquer álcool ou produtos de tabaco. Drogas não especificamente aprovadas como seguras para mulheres grávidas também devem ser evitadas. Certos exercícios e alimentos que são normalmente seguros não são necessariamente bons para um bebê em desenvolvimento.

A pesquisa sobre o que cria uma gravidez saudável está em andamento e é por isso que é fundamental que você encontre e fale com um profissional médico que você confia sobre mudanças de estilo de vida e recomendações de dieta.

Quais são os fatores de risco?

Você é mais propensa a ficar grávida se tiver relações sexuais com um parceiro masculino sem usar contraceptivos.  É importante lembrar que apenas fazer sexo é o suficiente para ficar grávida.

A maior parte das mulheres no início dos seus 30 anos ou menos tem uma chance alta de gravidez normal. De acordo com National Institutes of Health (NIH), mulheres com mais de 35 anos têm um risco mais alto de problemas de saúde durante a gravidez. Gravidezes de alto risco são monitoradas mais de perto para detectar potenciais problemas.

Outros riscos que podem afetar uma gravidez de outra forma saudável incluem:

  • Dar luz a múltiplos
  • Hipertensão arterial
  • Doença cardiovascular
  • Diabetes
  • Câncer
  • Doença renal
  • Infecções

Prognóstico

Uma gravidez saudável normalmente dura 40 semanas. Nascimentos prematuros podem resultar em muitos problemas de saúde, de baixo peso ao nascimento e icterícia, à falta de desenvolvimento dos órgãos.

Primeiro trimestre

Toda gravidez é diferente, mas há alguns marcos médicos que os médicos usam para prever como uma gravidez está indo. Durante o primeiro trimestre da gravidez, a chance de um aborto espontâneo ainda é bem alta. Mais de 1 em 4 gravidezes resultam em aborto espontâneo antes do marco das 12 semanas. Após as 12 semanas, as chances de um aborto espontâneo caem drasticamente. Também durante o primeiro trimestre, o seu médico irá checar para ter certeza de que o feto tem um batimento cardíaco usando uma máquina Doppler.

Segundo trimestre

Durante o segundo trimestre da gravidez, um ultrassom de varredura de anatomia provavelmente será realizado. Esse marco checa o pequeno corpo do seu bebê em desenvolvimento para qualquer anormalidade de desenvolvimento. Esse exame também pode revelar o gênero do seu bebê, se você deseja descobrir antes do bebê nascer. Em algum lugar do meio do segundo trimestre, você provavelmente será capaz de sentir o movimento do seu bebê dentro do seu útero na forma de pequenos chutes e socos.

Terceiro trimestre

Na 27ª semana, o bebê no útero é considerado “viável”, significando que teria uma boa chance de sobreviver fora do seu ventre. Durante o terceiro trimestre, o seu ganho de peso vai acelerar e você pode se sentir mais cansada. Quando o parto se aproxima, você pode sentir desconforto pélvico. Excesso de sangue e retenção de água pode causar inchaço nos seus pés. Contrações que não levam ao parto, conhecidas como contrações de Braxton-Hicks, podem começar nas semanas anteriores ao trabalho de parto. Enquanto você pode estar ansiosa para conhecer o seu bebê, o parto induzido, geralmente, deve ser usado apenas se o médico o considerar medicinalmente necessário.

 

Preparando para o parto

Há muitas maneiras de se preparar mentalmente e fisicamente para o parto. Muitos hospitais oferecem aulas de parto antes das mulheres darem à luz para que elas possam entender melhor os sinais e progressão do trabalho de parto. Você também pode querer preparar uma “bolsa pronta pra ir” de artigos de higiene pessoal, roupas de dormir e outros itens do dia a dia no terceiro trimestre. Essa bolsa estaria preparada para sair com você assim que o trabalho de parto começar.

Durante o terceiro trimestre, você e seu médico devem conversar acerca do seu parto e do seu plano de dar à luz em detalhes. Saber quando é pra ir ao hospital, quem irá dar assistência no parto e qual papel o seu médico terá no processo de nascimento pode contribuir para uma maior paz mental para o período de gravidez dentro de casa.

Fonte: Health Line e american pregnancy

Se precisar de consultas com ginecologista, conte com a gente!