Exercícios podem ajudar a cura do câncer de próstata

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Exercícios podem ajudar a cura do câncer de próstata

O estudo da American Cancer Society incluiu mais de 10.000 homens, com idade entre 50 e 93, que foram diagnosticados no intervalo de 1992 e 2011 com câncer de próstata localizado – significando que não tinha se espalhado para além da glândula. Os homens proveram os pesquisadores com informações sobre suas atividades físicas antes e após os seus diagnósticos.

Homens com os maiores níveis de exercício antes de seus diagnósticos eram 30% menos propensos a morrerem devido ao seu câncer de próstata do que aqueles que menos se exercitavam, de acordo com o time conduzido por Ying Wang, epidemiologista sênior no programa de pesquisa de epidemiologia da sociedade do câncer.

Mais exercícios pareciam conferir um benefício ainda maior: homens com os níveis mais altos de exercícios depois de diagnosticados eram 34% menos propensos a morrerem de câncer de próstata do que aqueles que menos de exercitavam, descobriu o estudo.

As descobertas deveriam ser apresentadas na reunião anual, de 2016, da American Association for Cancer Research, em Nova Orleans.

Enquanto o estudo não pode provar causa-e-efeito, “nossos resultados suportam evidências que os sobreviventes ao câncer de próstata deveriam aderir a diretrizes de atividade física e sugerem que os médicos devem considerar promover um estilo de vida fisicamente ativo para seus pacientes com câncer de próstata “, disse Wang em um comunicado de imprensa da AACR.

Os pesquisadores também examinaram os efeitos de andar como a única forma de exercício. Eles descobriram que andar de 4 a 6 horas por semana antes do diagnóstico também foi associado com 1/3(um terço) menor de risco de morte por câncer de próstata. Mas o momento foi chave, visto que andar após o diagnóstico não foi associado com um risco menor estatisticamente significativo de morte, disseram os autores do estudo.

“A  American Cancer Society recomenda que adultos se engajem no mínimo em 150 minutos de moderadas ou 75 minutos de vigorosas atividades físicas por semana,”Wang disse, e “esses resultados indicam que seguir essas diretrizes pode estar associado a um melhor prognóstico. ”

Dois especialistas em cuidado de câncer de próstata disseram que as descobertas não deveriam vir como uma grande surpresa.

“Atividade física ajuda todos os aspectos da saúde, ”disse a Dra. Elizabeth Kavaler, especialista em urologia do Lenox Hill Hospital, na cidade de Nova York. “Esse estudo reforça que um estilo de vida saudável, incluindo exercício, é um dos poucos aspectos do resultado pós-câncer que um paciente pode controlar. ”

O Dr. Manish Vira, do Smith Institute for Urology da Northwell Health, em New Hyde Park, N.Y., concordou.

O estudo “acrescenta ao crescente corpo de evidências que exercício regular está associado a melhores resultados de câncer de próstata”, ele disse. “Múltiplos estudos mostraram melhorias em outros cânceres também, como o de mama, cólon e pulmão.”

“Exercício regular melhora a saúde cardiovascular dos pacientes, qualidade de vida, e, provavelmente, a sua habilidade geral de lutar contra a doença,” Vira adicionou.

Wang salientou que pesquisas posteriores são necessárias para ver se as descobertas diferem de acordo com a idade em que o paciente foi diagnosticado, peso ou fumo.

Fonte: Health

Se precisar de consultas com urologista, conte com a gente!