Fases da menopausa: Pré-menopausa, perimenopausa e menopausa

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Fases da menopausa: Pré-menopausa, perimenopausa e menopausa

Quais são as fases da menopausa?

A menopausa marca oficialmente o fim da reprodução feminina. Apesar dessa etapa da vida ser bem conhecida, na verdade, é importante reconhecer e entender as diferentes fases da menopausa. A menopausa ocorre oficialmente quando você para de menstruar.

Por sua vez, a perimenopausa é definida como “ao redor da menopausa”. Também é conhecida como a fase transicional da menopausa, tendo esse nome porque ocorre antes da menopausa.

Apesar de ambas fazerem parte da mesma transição, a perimenopausa e a menopausa possuem diferentes sintomas e opções de tratamento. Qualquer sintoma ou preocupação anormal deve ser discutido com a sua ginecologista.

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Pré-menopausa vs. Perimenopausa

A pré-menopausa é quando você não tem sintomas de estar passando pela perimenopausa ou menopausa. Você ainda menstrua (de forma regular ou não) e considera-se que você esteja nos seus anos reprodutivos. Algumas mudanças hormonais podem estar ocorrendo, mas não há mudanças notáveis no seu corpo.

Por outro lado, durante a perimenopausa, você começará a sentir sintomas da menopausa (por exemplo, mudanças no seu ciclo menstrual, ondas de calor, transtornos de sono ou mudanças de humor).

Às vezes, a pré-menopausa e a perimenopausa são usadas como sinônimos, mas, tecnicamente, elas têm significados diferentes.

Linhas temporais da perimenopausa e menopausa

A perimenopausa é uma das fases da menopausa que ocorre bem antes de você alcançá-la. As mulheres entram nessa fase 8 a 10 anos antes da menopausa. Isso acontece durante os seus 30 ou 40 anos.

A perimenopausa é marcada por uma queda do estrogênio, que é o principal hormônio feminino produzido pelos ovários. Os níveis de estrogênio também podem aumentar e diminuir mais esporadicamente do que um ciclo normal de 28 dias, o que pode causar períodos (menstruações) irregulares e outros sintomas.

Durante as etapas finais da perimenopausa, o seu corpo produzirá menos estrogênio. Apesar da queda nos níveis de estrogênio, ainda é possível engravidar. Essa é uma das fases da menopausa que pode durar apenas alguns meses ou, até mesmo, 4 anos.

A menopausa realmente começa quando os ovários produzem uma quantidade tão pequena de estrogênio que os óvulos já não são liberados. Isso também faz com que você não menstrua mais.

Você pode detectar as fases da menopausa mais cedo que o normal se você:

  • Tiver um histórico familiar de menopausa precoce
  • For fumante
  • Tiver feito uma histerectomia (remoção do útero) ou ooforectomia(remoção de 1 ou dos 2 ovários)
  • Tiver feito tratamento de câncer

Sintomas da perimenopausa e menopausa

Quando estamos falando das fases da menopausa, a maior parte das pessoas pensam mais sobre os sintomas do que qualquer outra coisa. Esses podem incluir as terríveis ondas de calor, mas há uma série de outras mudanças que você pode experienciar durante essa transição.

Os sintomas da perimenopausa podem incluir:

  • Períodos (menstruações) irregulares
  • Menstruações que são mais fortes ou mais leves que o normal
  • TPM pior antes de períodos
  • Mastalgia (dor nas mamas)
  • Ganho de peso
  • Mudanças no cabelo
  • Aumento no batimento cardíaco
  • Dores de cabeça
  • Perda de desejo sexual
  • Dificuldades em se concentrar
  • Esquecimento
  • Dores musculares
  • Infecções do trato urinário
  • Problemas de fertilidade (em mulheres que estão tentando engravidar)

Quando os níveis de estrogênio caem, você pode começar a sentir os sintomas da menopausa. Alguns desses podem ocorrer enquanto você ainda estiver na etapa da perimenopausa. Você pode sentir:

  • Ondas de calor
  • Suor noturno
  • Depressão
  • Ansiedade ou irritabilidade
  • Mudanças de humor
  • Insônia
  • Fadiga
  • Pele seca
  • Secura vaginal
  • Micção frequente

A perimenopausa e menopausa também podem aumentar os níveis de colesterol. Esse é um motivo das mulheres na pós-menopausa estarem em um risco ainda maior da doença cardiovascular. Continue a medir os seus níveis de colesterol pelo menos uma vez por ano.

Quando procurar uma ginecologista ?

Há casos que você definitivamente deve procurar a sua ginecologista. Talvez você já esteja sentindo alguns sintomas iniciais, mas há outros sinais que devem ser resolvidos com um médico. Ligue imediatamente se você tiver:

  • Manchas após a sua menstruação
  • Coágulos sanguíneos durante a sua menstruação
  • Sangramento após o sexo
  • Menstruações que são muito mais longas ou curtas que o normal

Algumas explicações possíveis são os desequilíbrios hormonais ou miomas. Ambos são tratáveis. Contudo, você também deve descartar a possibilidade de ser câncer.

Você também deve ligar para o seu médico se os sintomas da perimenopausa ou menopausa se tornarem graves o suficiente para interferir na sua vida diária.

Tratamentos para a perimenopausa e menopausa

A terapia de reposição hormonal de estrogênio pode ajudar a tratar a perimenopausa e a menopausa. Essas medicações funcionam ao normalizar os níveis de estrogênio de forma que os picos e colírios hormonais repentinos não causam sintomas desconfortáveis. Algumas formas podem até mesmo ajudar a reduzir o risco de osteoporose.

A terapia de estrogênio está disponível em diferentes formas, como:

  • Pílulas (via oral)
  • Cremes
  • Géis
  • Adesivos de pele

Outras medicações para a menopausa são mais direcionadas. Por exemplo, cremes vaginais prescritos podem aliviar a secura assim como a dor sentida na relação sexual. Antidepressivos podem ajudar com as mudanças de humor. Para enxaqueca, gabapentina (Neurontin), um medicamento para convulsão, pode ser uma opção.

Também há métodos que você pode usar para aliviar os sintomas em casa. Exercícios regulares podem ajudar a melhorar o seu humor, problemas com ganho de peso, e até mesmo, suas ondas de calor. Insira alguma forma de atividade física na sua rotina diária. Apenas não se exercite antes de dormir, já que isso pode causar insônia.

Conseguir descansar o suficiente pode parecer impossível se você tem insônia. Tente fazer uma atividade relaxante logo antes de deitar, como uma yoga suave ou um banho quente. Evite cochilos durante o dia, já que estes podem interferir na sua capacidade de dormir à noite.

Aqui estão alguns outros métodos que você pode tentar para aliviar os sintomas:

  • Evite grandes refeições.
  • Pare de fumar.
  • Evite álcool.
  • Limite a cafeína a pequenas quantidades (e somente pela manhã).

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!