Hipopnéia: Saiba os sintomas, causas e tratamentos

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Hipopnéia: Saiba os sintomas, causas e tratamentos

O que é a Hipopneia? 

A Síndrome da apneia-hipopneia obstrutiva do sono é uma doença na qual a via respiratória é bloqueada em diferentes graus, durante o sono.

Apneia, que é a obstrução da via respiratória quando uma pessoa está dormindo, ou hipopneia, que é a obstrução parcial, são ambas características da síndrome, que é mais facilmente conhecida como SAHOS.

Durante episódios de hipopneia, uma pessoa experimenta um período de 10 segundos em que sua respiração é reduzida em 50% ou mais. Tanto hipopneia quanto apneia do sono são condições médicas sérias que podem levar a outras complicações na saúde.

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

 

Apneia do sono versus hipopneia

Apneia do sono e hipopneia são muito similares. Na verdade, hipopneia é um tipo de apneia do sono. O termo hipopneia simplesmente significa respiração anormalmente lenta ou superficial, enquanto a apneia significa períodos sem respiração.

A principal diferença entre ambas é posteriormente explicada pelo grau de bloqueio das vias respiratórias de uma pessoa.

Na apneia do sono, as vias respiratórias estão completamente bloqueadas, enquanto na hipopneia, as vias respiratórias estão apenas parcialmente bloqueadas.

As duas condições tendem a ocorrer juntas com muitas pessoas que têm apneia também com episódios de hipopneia e vice-versa.

botão cartão Doutor Já

Uma Alternativa aos Planos de Saúde

Há três tipos diferentes de hipopneia:

– Hipopneia central: tanto o fluxo de ar quanto o esforço de respiração são reduzidos.

– Hipopneia obstrutiva: apenas o fluxo de ar é reduzido, não o esforço de respiração.

– Hipopneia mista: há uma mistura de episódios tanto da hipopneia central quanto da obstrutiva.

Na hipopnéia central, não há nenhum dos sinais de obstrução durante períodos de esforço respiratório que são comumente observados durante a apneia do sono, como o ronco ou a via aérea bloqueada.

 

Sintomas da hipopneia

Os sintomas da hipopneia são semelhantes aos da apneia obstrutiva do sono e podem incluir:

– Sonolência diurna excessiva

– Ronco alto

– Insônia

– Dificuldade com a memória e concentração

– Mudança de humor

– Fadiga

– Acordar à noite e sentir falta de ar

Muitas pessoas nem percebem que têm essa condição porque a sonolência diurna é geralmente atribuída ao estresse, trabalho ou responsabilidades familiares.

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

Causas

SAHOS ocorre quando há um estreitamento das vias respiratórias que conduzem aos pulmões durante o sono.

Muitas vezes acontece quando os músculos na parte de trás da garganta relaxam demais, o que faz com que as vias respiratórias se estreitem e colapsem. Isso impede a respiração normal e regular.

As pessoas com apneia do sono ou hipopneia muitas vezes têm a respiração interrompida por até 30 segundos por vez.

Durante esse tempo, o cérebro e o corpo não estão recebendo oxigênio suficiente, o que faz com que o cérebro acorde e comece a respirar novamente.

Esses períodos de insônia são tão curtos que a maior parte das pessoas nem tem consciência de que eles estão acontecendo.

 

Fatores de risco

Existem muitos fatores de risco que estão associados à SAHOS, incluindo:

– Obesidade: muitas pessoas com apneia do sono são obesas ou estão no sobrepeso. Estar acima do peso pode causar uma acumulação de gordura no pescoço e em torno das vias respiratórias, fazendo com que a garganta fique bloqueada quando a pessoa se deitar.

– Vias respiratórias estreitas: algumas pessoas nascem com uma anatomia que é pequena por natureza. Amígdalas ou estruturas dentro da garganta, chamadas adenóides também podem ser ampliadas, o que pode reduzir a via respiratória.

– Diabetes: SAHOS é mais comum em pessoas que possuem diabetes.

– Gênero: homens são mais propensos a ter apneia do sono do que mulheres.

– Histórico familiar: pessoas que possuem um membro da família com apneia do sono têm uma chance maior de desenvolver essa condição.

– Fumantes: pessoas que fumam são significativamente mais propensas a desenvolverem apneia do sono do que não-fumantes.

 

Complicações:

Apneia obstrutiva do sono e hipopneia são condições médicas muito graves. Toda vez que ocorre um episódio de apneia ou hipopneia, o cérebro e os tecidos do corpo são privados de oxigênio.

Sem tratamento, graves complicações de saúde podem ocorrer, incluindo:

– Sonolência diurna: a sonolência diurna ou a fadiga não é apenas um aborrecimento. Pode causar graves problemas de segurança, especialmente quando alguém está dirigindo ou operando máquinas.

A sonolência diurna também pode levar à dificuldade de concentração ou execução no trabalho ou na escola.

Muitas vezes, as pessoas com apneia ou hipopneia relatam adormecer durante o trabalho ou enquanto estão dirigindo.

– Problemas no coração: quedas no nível de oxigênio no sangue que ocorrem quando a respiração é interrompida podem colocar pressão no coração e vasos sanguíneos.

A longo prazo, isso pode levar a ataques cardíacos, insuficiência cardíaca ou acidente vascular cerebral.

Esse risco parece ser maior em homens com apneia do sono do que em mulheres, já que essas não parecem ter o mesmo nível de risco de doenças cardíacas.

– Problemas cirúrgicos: cirurgia, e especificamente o uso de anestesia, pode ser complicada pela apneia do sono ou hipopneia.

Deitar de costas em combinação com medicação sedativa pode piorar os sintomas e aumentar significativamente o risco de complicações durante ou após a cirurgia.

As pessoas devem sempre falar para os seus médicos sobre os sintomas da apneia do sono ou hipopneia para que um diagnóstico possa ser feito e qualquer tratamento possa ser organizado antes de um procedimento cirúrgico.

 

Quando procurar um médico

Alguém que experimenta sonolência diurna excessiva, ou que tenha vários dos fatores de risco associados à apneia do sono, deve discutir isso com seu médico.   O médico pode recomendar testes adicionais ou um método de “assistir e esperar”.

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

Tratamento

O tratamento da hipopneia depende de sua gravidade, de modo que os objetivos do tratamento são remover a obstrução das vias respiratórias para tornar a respiração mais fácil e perfeita. Isso pode incluir as seguintes opções:

– Remoção cirúrgica do tecido em excesso

– Utilização de um dispositivo para estabilizar e abrir a via respiratória

– Uso de um dispositivo de pressão positiva contínua de pressão aérea (CPAP), durante o sono

Um dispositivo CPAP proporciona um fornecimento de ar aos pulmões, geralmente durante a noite, para evitar que a respiração diminua ou pare.

 

Autogerenciamento

Muitas mudanças no estilo de vida podem ajudar a administrar ou prevenir episódios de apneia do sono ou hipopneia. Elas podem incluir:

– Perda de peso, se necessário

– Parar de fumar

– Parar de beber álcool

– Evitar medicações para dormir ou sedativos

Com hipopneia leve, mudanças no estilo de vida podem ser tudo o que é necessário para gerenciar os sintomas.

Em casos de apneia grave do sono, essas mudanças de estilo de vida devem ser usadas em combinação com outros tratamentos médicos, conforme recomendado pelo médico. Elas podem ajudar a reduzir a gravidade dos sintomas e o risco de complicações.

 

Prevenção

Na maior parte dos casos de hipopneia, mudanças no estilo de vida podem prevenir sintomas de ocorrerem ou ficarem piores.

Isso não é verdade em todo caso, no entanto, visto que alguns fatores de risco não podem ser eliminados completamente. Ainda é importante acompanhar um médico para controlar a situação.

Tratar os sintomas da apneia do sono ou da hipopneia pode ajudar a reduzir os riscos de complicações na saúde dessa condição.

 

Panorama

A apneia do sono em si não apresenta risco de vida. Os períodos de respiração reduzida são breves e o cérebro é muito bom para reiniciar padrões normais de respiração.

No entanto, a apneia do sono ou a hipopneia pode causar sérios problemas de saúde ao longo do tempo se não for devidamente tratada.

Qualquer pessoa que experimente sintomas de hipopneia ou apneia do sono deve discutí-los com seu médico.

Fonte: Medical News Today

Se precisar de consultas com psicólogo, conte com a gente!