Você sabe do que se trata a lesão do manguito rotador?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Você sabe do que se trata a lesão do manguito rotador?

O que é uma lesão do manguito rotador?

O manguito rotador é um grupo de quatro músculos e tendões que ajuda a estabilizar o  ombro. Além de auxiliar no movimento. A cada vez que você move o seu ombro, você está usando o manguito rotador para estabilizar e ajudar a mover a articulação. 

O manguito rotador é uma área comumente lesionada. As lesões mais comuns são distensões, a tendinite e a bursite. 

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Quais são as causas?

As lesões do manguito rotador podem variar de suaves a graves. Elas tendem a se encaixar em uma das três categorias.

A tendinite é uma lesão causada pelo uso em excesso do manguito rotador. Isso faz com que ele fique inflamado. Os jogadores de tênis que fazem saque aéreo e os pintores que precisam se esticar (alcançar as bordas) comumente têm essa lesão.

A bursite é outra lesão comum do manguito rotador. É causada pela inflamação da bursa. Essa é uma bolsa cheia de fluido que fica entre os tendões do manguito rotador e o osso subjacente. 

As distensões ou lágrimas do manguito rotador são causadas pelo uso em excesso ou lesão aguda. Os tendões que conectam os músculos aos ossos podem se estender demais (distensão) ou se romper, parcial ou completamente. O manguito rotador também pode se romper após uma queda, um acidente de carro ou outra lesão repentina. Essas lesões geralmente causam uma dor intensa e imediata. 

Quais são os sintomas?

Nem todas as lesões do manguito rotador doem. Algumas são o resultado de condições degenerativas, o que significa que o manguito rotador pode ser danificado por meses ou anos antes dos sintomas começarem a aparecer. 

Sintomas comuns de lesões do manguito rotador incluem:

  • Evitar certas atividades porque elas fazem você sentir dor
  • Dificuldade em atingir a gama completa de movimentos do ombro
  • Dificuldade em dormir sobre o ombro afetado
  • Dor ou sensibilidade ao levantar os braços acima do nível da cabeça
  • Dor no ombro, especialmente à noite
  • Fraqueza progressiva do ombro
  • Dificuldade em alcançar a parte de trás das costas

Se você estiver sentindo algum desses sintomas por mais de uma semana ou se não conseguir mover o braço, procure o seu médico. 

Quem está em risco?

As lesões do manguito rotador podem ser agudas ou degenerativas. 

As lesões agudas geralmente são causadas por um incidente particular. Isso pode ser causado ao levantar objetos muito pesados, cair ou forçar o ombro em uma posição esquisita. As pessoas mais jovens são mais propensas a experienciar esse tipo de lesão do manguito rotador. 

As lesões degenerativas ocorrem devido ao uso em excesso em longo prazo. As pessoas que estão em maior risco dessas lesões incluem:

  • Atletas, especialmente tenistas, jogadores de baseball, remadores e lutadores. 
  • Pessoas em trabalhos que requerem levantar objetos repetidamente, como carpinteiros e pintores.
  • Pessoas com mais de 40 anos de idade

Como uma lesão do manguito rotador é diagnosticada?

Os médicos usam o histórico médico, exame físico e exames imagiológicos para diagnosticar as lesões do manguito rotador. Os médicos também podem perguntar sobre as atividades físicas praticadas no trabalho. Essas perguntas determinam se o paciente tem um maior risco de uma condição degenerativa.

O médico também irá testar a amplitude do movimento e força do braço. Ele também irá eliminar a possibilidade de condições similares, como um nervo comprimido ou artrite. 

Exames imagiológicos, como um raio-x, podem identificar qualquer esporão ósseo. Esses pequenos crescimentos ósseos podem podem roçar contra o tendão do manguito rotador e causar dor e inflamação. 

A ressonância magnética (MRI) ou ultrassonografia, também pode ser usada. Esses testes examinam os tecidos moles, incluindo os tendões e músculos. Eles ajudam a identificar rompimentos, assim como mostram quão grandes e severas as lesões estão. 

Como uma lesão do manguito rotador é tratada? 

Os tratamentos variam de deixar o braço afetado descansar à cirurgia. A tendinite pode progredir para uma ruptura do manguito rotador, e essa lesão pode piorar com o tempo. Procurar tratamento o mais rápido possível ajuda a impedir que a lesão piore. 

Os tratamentos não cirúrgicos melhoram os sintomas em cerca de 50% das pessoas com uma lesão do manguito rotador. Esses tipos de tratamentos incluem:

  • Aplicar compressas quentes ou frias no ombro afetado para reduzir o inchaço
  • Exercícios para restaurar a força e amplitude de movimento
  • Injetar cortisona,um esteróide que ajuda a reduzir a inflamação, na área afetada
  • Descansar o braço afetado e usar uma tipoia para isolar os movimentos do braço
  • Medicamentos anti-inflamatórios de venda livre (sem prescrição), como ibuprofeno e naproxeno

Algumas pesquisas mostram que o momento (timing) da cirurgia não afeta os resultados. Isso significa que se você tem uma lesão do manguito rotador, primeiro, o seu médico provavelmente tentará métodos não cirúrgicos. 

Qual é o panorama?

Metade das pessoas com uma lesão, recupera-se com cuidados domiciliares e ao fazer exercícios. Essas intervenções diminuem a dor e incentivam a amplitude de movimento.

No caso de uma lesão mais grave, a força do ombro pode não retornar ao menos que a lesão seja corrigida cirurgicamente.

Como uma lesão do manguito rotador pode ser evitada?

Os atletas e as pessoas com ocupações que demandam usar os ombros devem fazer pausas para descansar frequentemente. Isso pode reduzir a carga sobre o ombro. Exercícios para fortalecer o ombro e incentivar a amplitude de movimento também podem ajudar. Pergunte ao seu fisioterapeuta sobre alongamentos para melhorar o funcionamento do seu manguito rotador.

No caso de dor no ombro, colocar gelo na área afetada pode reduzir o inchaço. Aplique gelo através de um pacote coberto por um pano por no máximo 10 minutos de cada vez. 

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!