O que causa dor no peito e vômitos?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
O que causa dor no peito e vômitos?

Causas

Algumas causas comuns de dor no peito e vômito incluem:

  • Doença do refluxo
  • Úlcera péptica (gástrica)
  • Ataques de pânico
  • Ansiedade
  • Ataque cardíaco

Iremos explicar cada um dos casos em particular.

 

Não tem plano de saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já

 

Doença do Refluxo

A doença do refluxo é um distúrbio do sistema digestivo. El pode causar indigestão ácida, azia, dor no peito e vômitos.  As pessoas geralmente conseguem tratar com remédios e mudanças na dieta.

Úlceras gástricas se desenvolvem no revestimento do estômago. Elas podem doer muito e os sintomas incluem vômitos e dor ardente no peito. Tratamentos incluem remédios, mas, em alguns casos, cirurgias são necessárias.

 

Ataques de pânico

Ataques de pânico podem ser assustadores. Os sintomas podem incluir sensações de aperto e dor no peito. O estresse e a ansiedade geralmente causam os ataques de pânico. Por isso, você deve encontrar formas de diminuir o estresse para ajudar a aliviar os sintomas.

Fazer algumas mudanças no seu estilo de vida pode ajudar a resolver a ansiedade e os ataques de pânico.

Converse com o médico sobre os de tratamentos.

Diminuir o café e começar a meditar também pode ajudar a aliviar o estresse.

Qualquer pessoa que estiver sentindo dor no peito e vomitando deve se consultar com o médico para obter um diagnóstico.

 

Cego botão cartão Doutor Já

Uma Alternativa aos Planos de Saúde

 

Pode ser um ataque cardíaco?

Algumas vezes, dor no peito e náusea podem sim, ser sintomas de um ataque cardíaco.

Por isso, é muito importante que você saiba que homens podem apresentar sintomas diferentes.

 

Sintomas comuns de um ataque cardíaco incluem:

  • Dor no peito e desconforto leves que vão se acumulando lentamente
  • Dor no peito ou desconforto
  • Desconforto na parte superior do corpo
  • Falta de ar
  • Náusea ou vômito
  • Tontura súbita
  • Suor frio
  • Cansaço incomum

De acordo com a American Heart Association, os sintomas mais característicos das mulheres são:

  • Falta de ar
  • Náusea
  • Vômito
  • Dor nas costas, ombros e mandíbula

Ataques cardíacos são uma emergência. Se você estiver suspeitando que está sofrendo um ataque cardíaco, ou está com alguém que está tendo um, ligue para a emergência imediatamente. O telefone do SAMU é 192.

 

Diagnóstico de ataque cardíaco

Um ataque cardíaco é quando ocorre um bloqueio das artérias coronárias. Esses bloqueios fazem com que o sangue não chegue no coração.

Os médicos podem diagnosticar um ataque cardíaco com um eletrocardiograma (exame ECG) ou angiografia coronária.  Se o teste detectar um ritmo irregular, ele pode indicar um problema cardíaco.

Em alguns casos, os médicos irão fazer um exame de sangue para diagnosticar o ataque cardíaco.

 

Tratamento de ataque cardíaco

Enquanto estiver esperando a ambulância chegar, o atendente pode recomendar aspirina triturada, que pode reduzir o efeito de um ataque cardíaco.

Outros tratamentos precoces podem incluir:

  • Aspirina
  • Nitroglicerina
  • Medicamentos anti-coagulantes

Entretanto, algumas pessoas podem precisar de cirurgia.

 

Cirurgias

Cirurgias podem incluir:

  • Intervenção coronária percutânea (ICP). É a colocação do stent (pequeno tubo de metal ou plástico) na artéria para melhorar a passagem do sangue.
  • Revascularização do miocárdio. É a remoção de uma artéria ou veia de outra parte do corpo usada para contornar a seção bloqueada da artéria coronária.

Tratamentos em longo prazo envolvem adotar mudanças de estilo de vida saudáveis, administrar o estresse e parar de fumar.

 

Pode ser angina?

A angina é uma dor que acontece por causa do acúmulo de placa nas artérias.  É um sintoma de uma doença e não uma doença por si só.

A angina pode parecer um aperto no peito ou uma indigestão. Algumas pessoas também podem sentir dor nas seguintes áreas:

  • Pescoço
  • Ombros
  • Braço
  • Mandíbula
  • Costas

 

Diagnosticando angina

O médico irá realizar um exame físico e analisará o histórico médico inteiro. Ele vai te perguntar sobre:

  • Sintomas
  • Histórico famíliar
  • Condição de fumante
  • Histórico alimentício
  • Outros fatores de risco

Se o médico suspeitar de angina, ele irá recomendar alguns exames, tais como um ECG, teste de estresse, raio-X do peito e exame de sangue.

 

Tratamento de angina

Há uma variedade de opções de tratamento disponíveis. Se os sintomas forem leves, o tratamento pode incluir fazer algumas mudanças de estilo de vida e remédios.

Fatores de estilo de vida incluem:

  • Parar de fumar
  • Ter uma dieta saudável
  • Evitar grandes refeições com alimentos gordurosos
  • Fazer pausas regulares durante os exercícios se isso provocar angina
  • Fazer atividades físicas
  • Evitar situações estressantes e gerenciar a ansiedade
  • Manter um peso saudável
  • Tomar todos os medicamentos prescritos pelos médicos

Se essas opções de tratamento não funcionarem, algumas pessoas podem precisar de procedimentos médicos, tal como uma angioplastia ou cirurgia de revascularização miocárdica.

 

Quais são as causas nas crianças?

Dor no peito e náusea são alguns dos motivos comuns das crianças pararem no hospital.

Entretanto, ao contrário dos adultos, a maioria dos casos de dor no peito em crianças não tem risco.

Causas incluem:

  • Doença do Refluxo: um excesso de produção de fluidos digestivos, como ácido e bile. No estômago, eles  fazem com que os fluídos entrem no tubo de comida, o que irrita o revestimento. O tratamento inclui o monitoramento da dieta e remédios que não precisam de prescrição médica.
  • Distúrbios musculoesqueléticos: dor e sensibilidade relacionadas à parede torácica, músculos e esqueleto devem desaparecer com o tempo. Sempre compareça às consultas de acompanhamento com o médico para monitorar as melhorias.
  • Outras causas: as crianças com asma ou que sofrem de ansiedade e estresse também podem desenvolver dor no peito e vômitos repentinos.

 

Quando procurar o médico

Se você acha que está sofrendo de um ataque cardíaco, você deve ir imediatamente ao hospital ou ligar para a emergência.

É essencial não descartar quaisquer sintomas, pois tempo é fundamental para um melhor resultado.

Para as crianças, as evidências mostram fortemente que é improvável que a dor no peito e o vômito sejam um problema cardíaco. No entanto, o tratamento oportuno é essencial.