Os níveis de colesterol recomendados por idade

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Os níveis de colesterol recomendados por idade

O que é colesterol?

Quanto mais cedo você começar a fazer escolhas saudáveis de estilo de vida, melhor você estará à medida que envelhece.  Isso é particularmente verdade quando se fala de colesterol alto.

Colesterol é uma substância gordurosa feita pelo seu corpo e encontrada em certos alimentos. O seu corpo precisa de uma quantidade de colesterol para funcionar adequadamente, mas ter muito (colesterol alto) coloca você em risco de ter um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.  O colesterol extra que não é usado pelo seu corpo se acumula nas paredes dos vasos sanguíneos, causando bloqueios. Ter colesterol alto dobra o seu risco de doença cardíaca.

>> Não tem Plano de Saúde? Conheça o Cartão Doutor Já

 

Colesterol bom e colesterol ruim

A maior parte do colesterol é feita em seu corpo, e o resto vem da sua dieta. O seu nível total de colesterol é a quantidade geral de colesterol encontrado no seu sangue.  Isso consiste LDL e HDL. LDL também são chamadas de colesterol “ruim” porque elas bloqueiam os seus vasos sanguíneos e aumentam o seu risco de doenças cardiovasculares.  HDL é considerado o colesterol “bom” porque ajuda a protegê-lo de doenças cardíacas. Quanto mais alto for o HDL, melhor.

Finalmente, o colesterol total é a contagem dos triglicerídeos. Esses são outro tipo de gordura que pode se acumular no corpo. Níveis altos de triglicerídeos e níveis baixos de HDL aumentam o seu risco de doenças cardiovasculares.

>> Não tem Plano de Saúde? Conheça o Cartão Doutor Já

 

Colesterol nos adultos

A American Heart Association recomenda que todos os adultos tenham o seu colesterol checado em cada 4 a 6 anos, começando aos 20 anos de idade, que é quando os níveis de colesterol podem começar a subir.  Conforme envelhecemos, os níveis de colesterol tendem a subir. Os homens, em geral, estão em um risco maior do que as mulheres. Entretanto, o risco da mulher aumenta após ela alcançar a menopausa.  Para as pessoas com o colesterol alto, exames com uma frequência maior são recomendados.

Tabela de colesterol para adultos

De acordo com o National Heart, Lung, and Blood Institute, estas são as medidas aceitáveis, e limites de colesterol e triglicérides para adultos. Todos os valores estão em mg / dL (miligramas por decilitro).

Colesterol total Colesterol HDL Colesterol LDL Triglicerídeos
Bom Menos de 200 40 ou mais Menos de 100 Menos de 149
Limite 200-239 n/a 130-159 150-199
Alto 240 ou mais n/a 160 ou mais 200 ou mais
Baixo n/a Menos de 40 n/a n/a

 

n/a:  não disponível (não se sabe ao certo)

 

Colesterol em crianças

Crianças que estão fisicamente ativas, têm uma dieta saudável, não estão com excesso de peso e que não têm um histórico familiar de colesterol alto estão em um risco menor de ter colesterol alto.

Orientações atuais recomendam que todas as crianças façam exames de colesterol entre os 9 e 12 anos de idade e depois de novo entre os 17 e 21. Crianças com mais fatores de risco, como diabetes ou histórico familiar de colesterol alto, devem ser examinadas entre os 2 e 8 anos de idade e de novo entre os 12 e 16.

Tabela de colesterol para crianças

A seguir estão os níveis de colesterol recomendados para as crianças de acordo com os National Institutes of Health (NIH). Todos os valores estão em mg/dL (miligramas por decilitro).

Colesterol total Colesterol HDL Colesterol LDL Triglicerídeos
Bom 170 ou menos 45 ou mais 110 ou menos Menos de 75 em crianças 0-9; menos de 90 em crianças 10-19
Limite 170-199 40-45 100-129 75-99 em crianças 0-9, 90-129 em crianças 10-19
Alto 200 ou mais n/a Mais que 130 100 ou mais em crianças 0-9; 130 ou mais em crianças 10-19
Baixo n/a Menos de 40 n/a n/a

 

O que é bom para colesterol alto?

A boa notícia é que mudanças no estilo de vida são eficazes. Abaixo, confira métodos de como diminuir o colesterol ruim, em qualquer idade:

  • Exercícios: Atividade física ajuda você a perder peso e aumenta os seus níveis de HDL. Tenha como objetivo 30 a 60 minutos por dia de cardio moderado.
  • Coma mais fibras: Troque o pão branco e massas por grãos integrais.
  • Coma gorduras saudáveis: Azeite, abacate e nozes- todos são alimentos que ajudam a diminuir o colesterol, por não aumentarem seu LDL.
  • Limite a ingestão de colesterol: Reduza a quantidade de alimentos ricos em gordura saturada, como queijo, leite integral e carnes vermelhas com alto teor de gordura.
  • Pare de fumar.

 

Cerveja aumenta o colesterol?

Beber muito, sim. Consumir cerveja moderadamente pode até reduzir seu colesterol. Tomar cerveja aumenta os níveis de triglicerídeos. Isso ocorre porque a cerveja contém carboidratos e álcool, duas substâncias que aumentam rapidamente os triglicerídeos. As pessoas que são mais sensíveis aos efeitos da cerveja podem experimentar níveis ainda mais altos de triglicerídeos. Contudo, pesquisas mostram que o consumo moderado de cerveja pode reduzir tanto o colesterol no fígado quanto o colesterol na aorta (a maior artéria do corpo).

 

Riscos

É importante lembrar que todos são diferentes. O histórico familiar e se você tem ou não outras condições, tal como diabetes, desempenham um papel nos seus riscos individuais.  Converse um médico (a) sobre os seus níveis de colesterol e pergunte qual o valor indicado para você.

“O mais importante é ter níveis normais de colesterol ao longo da sua vida. Uma concepção errada é que as pessoas podem ter o colesterol mal controlado por anos, e então decidem agir. Até lá, a placa já poderia ter sido formada,” diz a Dra. Eugenia Gianos, cardiologista do NYU Langone Medical Center.

 

Fonte: Healthline