Os principais sintomas da perimenopausa

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Os principais sintomas da perimenopausa

O que é a Perimenopausa?

Alguns chamam de transição. Para outros, é estágio. Mas não importa qual ponto de vista você escolhe, perimenopausa é um período da vida reprodutiva de uma mulher que começa em alguns anos entre 2 ou 10 antes da menopausa. “Para a maior parte das mulheres, os sintomas da perimenopausa aparecem aos 40 anos, apesar de que para algumas, os sinais podem começar no início dos 30.”

O comprimento médio da perimenopausa é de 4 anos e acaba quando você está oficialmente na menopausa, o que significa que você passou por 12 meses consecutivos sem menstruar. À medida que a mulher aproxima-se do fim da perimenopausa – geralmente no último ano ou dois- ela pode começar a sentir sintomas da menopausa, como experimentar meses consecutivos sem o ciclo menstrual.

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

Quais são os principais sintomas da perimenopausa?

Muitos dos sintomas da perimenopausa são como os da tensão pré-menstrual (TPM). “A diferença é que a TPM é previsível e é baseada em seu ciclo menstrual”. Os sintomas perimenopáusicos são baseados em hormônios que não estão necessariamente seguindo um ciclo típico de 28 dias.  Além disso, enquanto muitos sintomas da perimenopausa, incluindo ondas de calor e suores noturnos, são similares aos experimentados na menopausa, você pode diferenciá-lo porque ainda tem ciclo menstrual na perimenopausa. Se você sente algum, ou todos os sintomas abaixo, pode ser que você esteja na perimenopausa.

  • Ciclos irregulares, intervalos menores durante os ciclos (a cada 24/ 26 dias ao invés de a cada 28 dias.)
  • Ciclos menstruais saltados (ciclos a cada dois ou três meses, então, sangra-se por duas semanas inteiras, ao invés do fluxo normal a cada mês.)
  • Ondas de calor
  • Suores noturnos
  • Problema para conseguir a dormir ou permanecer dormindo
  • Mudanças de humor e/ou irritabilidade
  • Depressão
  • Sensibilidade mamária
  • Piora da TPM
  • Diminuição da libido (desejo sexual)
  • Aumento de fadiga, o que pode causar dificuldades para se concentrar ou problemas de memória
  • Secura vaginal, desconforto durante o sexo
  • Gotejamento de urina quando tosse ou espirra
  • Urgência urinária (uma necessidade urgente de urinar mais frequentemente)

Quando consultar seu médico?

Anormalidades no sangramento menstrual durante a perimenopausa podem ser resultado de outras condições, tais como desequilíbrios hormonais ou fibromas (crescimento não canceroso do útero). Se alguma das situações seguintes ocorrer, consulte seu médico para descartar outras causas que não a perimenopausa.

  • Períodos muito mais pesados que os normais, ou períodos acompanhados de coágulos sanguíneos
  • Períodos menstruais durando mais dias que o comum
  • Corrimento entre os ciclos menstruais
  • Corrimento após o sexo
  • Períodos menstruais ocorrendo muito mais próximos (por vários dias ou semanas)

Se você suspeita que está na perimenopausa, é importante falar com o seu ginecologista. “Geralmente, os médicos podem fazer o diagnóstico baseado nos sintomas e podem examinar tratamentos possíveis para aliviar os sintomas.” Existem exames de sangue de diagnóstico que podem ajudar a determinar se você está ou não na perimenopausa, porém esses testes não são sempre precisos.

Como a perimenopausa afeta a fertilidade?

Ciclos menstruais perdidos e ondas de calor recorrentes são difíceis de ignorar, mas um indicador de perimenopausa que não é tão fácil de detectar é um declínio da fertilidade. Apesar de uma mulher na perimenopausa poder ainda engravidar, as chances são muito reduzidas. Se você não quer ficar grávida, deve continuar usando métodos contraceptivos até estar oficialmente na menopausa. Mas se você quiser ficar grávida deve ver um médico o mais rápido possível para preservar a fertilidade nesta fase.”

Fonte:  Everyday Health

Clique aqui e Marque sua Consulta Médica!