Tudo o que você precisa saber sobre perda auditiva neurossensorial súbita

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Tudo o que você precisa saber sobre perda auditiva neurossensorial súbita

O que é perda auditiva neurossensorial súbita (SSHL)?

A perda auditiva neurossensorial súbita (SSHL) também é conhecida como surdez súbita. Ela ocorre quando você perde a audição muito rapidamente, geralmente em apenas uma orelha. Pode ocorrer instantaneamente ou durante um período de vários dias. Durante esse tempo, o som torna-se gradualmente abafado ou fraco. 

As frequências medem as ondas de som. Os decibéis medem a intensidade ou o volume dos sons que ouvimos. O nível decibel mais baixo é o zero, que é o mais próximo do silêncio completo. Um sussurro equivale a 30 decibéis e uma fala normal a 60 decibéis. A perda de 30 decibéis em três frequências conectadas é considerada SSHL. Isso significa que a perda de 30 decibéis faria a fala normal parecer um sussurro.

A condição afeta mais comumente pessoas entre os 30 e 60 anos de idade. Cerca de 50% das pessoas com apenas uma orelha afetada, recuperam-se dentro de duas semanas se receberem tratamento imediato. Cerca de 15% das pessoas com essa condição têm perda de audição que gradualmente piora com o passar do tempo. Mas, avanços na tecnologia usados para aparelhos auditivos e implantes cocleares estão ajudando a melhorar a comunicação para pessoas afetadas por perda auditiva. 

A SSHL é uma condição médica séria que requer atenção médica imediata. Ligue para o seu médico imediatamente se você achar que está experienciando perda auditiva neurossensorial súbita (SSHL). O tratamento nos estágios iniciais pode salvar a sua audição. 

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!

O que causa a perda auditiva neurossensorial súbita?

A perda auditiva neurossensorial súbita (SSHL) acontece quando a orelha interna ou as vias nervosas entre a orelha e o cérebro ficam danificadas.

Na maior parte dos casos, os médicos não encontram uma causa específica para a perda auditiva unilateral. Contudo, há mais de 100 causas da SSHL bilateral (as duas orelhas). Algumas das causas possíveis incluem:

  • Malformação do ouvido interno
  • Traumatismo craniano ou trauma
  • Exposição prolongada a ruído alto
  • Condições neurológicas, como a esclerose múltipla
  • Uma doença do sistema imunológico, como a Síndrome de Cogan
  • Doença de Meniere, que é um distúrbio que afeta o ouvido interno
  • Doença de Lyme, que é uma doença infecciosa que muitas vezes é transmitida através de picadas de carrapatos
  • Medicação ototóxica, que pode prejudicar o ouvido
  • Veneno de uma picada de cobra
  • Problemas de circulação sanguínea
  • Crescimento anormal de tecido ou tumores
  • Doença dos vasos sanguíneos
  • Envelhecimento

Perda auditiva neurossensorial súbita SSHL congênita 

Os bebês podem nascer com SSHL. Isso pode acontecer como um resultado de:

  • Infecções que passam da mãe para a criança, como rubéola, sífilis ou herpes
  • Toxoplasma gondii, que é um parasita que passa pelo útero
  • Fatores genéticos ou hereditários
  • Baixo peso ao nascer

Quais são os sintomas da perda auditiva neurossensorial súbita?

Aproximadamente 9 a cada 10 pessoas com SSHL perdem a audição em apenas uma orelha. Você pode notar a perda de audição logo após acordar de manhã. Você também pode perceber quando usar fones de ouvido ou atender o telefone na orelha afetada. A perda de audição súbita é, algumas vezes, precedida por um som alto de estalo. Outros sintomas incluem:

  • Dificuldade em acompanhar conversas em grupo
  • Sons abafados de conversa
  • Incapacidade de ouvir bem quando há muito ruído de fundo
  • Dificuldade em ouvir sons agudos
  • Tontura
  • Problemas de equilíbrio
  • Tinido, que ocorre quando você ouve toques ou zumbidos no ouvido

Quando testar a audição do seu filho?

A perda de audição pode se desenvolver em crianças como o resultado de infecções no nascimento ou danos causados por medicações ototóxicas. Nem sempre é fácil saber se o seu filho está ouvindo corretamente. Você deve sempre levar o seu filho para testar a audição se ele:

  • Parece não entender a linguagem
  • Não tenta formar palavras
  • Parece não se assustar com ruídos repentinos ou responder aos sons de uma maneira que você esperaria
  • Tiver numerosas infecções de ouvido ou problemas com equilíbrio

Como a  perda auditiva neurossensorial súbita é diagnosticada?

Para diagnosticar a SSHL, o seu médico pedirá o seu histórico médico e fará um exame físico. Certifique-se de dizer ao seu médico sobre outras condições médicas que você pode ter e sobre qualquer medicação com e sem prescrição que você esteja tomando.

Durante o exame físico, talvez o seu médico peça que você cubra uma orelha de cada vez enquanto ouve sons em diferentes volumes. O seu médico também pode realizar alguns testes usando um diapasão, que é um instrumento que pode medir vibrações no ouvido. Ele usa os resultados desses testes para verificar se há danos nas partes da orelha média e do tímpano que vibram.

Os testes de audiometria podem verificar sua audição de forma mais completa e precisa. Durante esses testes, um fonoaudiólogo testará sua capacidade auditiva usando fones de ouvido. Uma série de diferentes sons e níveis de volume podem ser enviados para cada orelha individualmente. Isso pode ajudar a determinar o nível em que a sua audição começa a desaparecer.

Um exame de ressonância magnética também pode ser solicitado para procurar por quaisquer anormalidades no ouvido, como tumores ou cistos. A ressonância magnética tira fotos detalhadas do seu cérebro e orelha interna, o que pode ajudar o seu médico a encontrar a causa subjacente da SSHL.

Qual é o tratamento?

O tratamento nos estágios iniciais pode aumentar as suas chances de recuperação completa. Mas, o seu médico tentará encontrar a causa da sua perda de audição antes de começar o tratamento.

Os esteróides são o tratamento mais comum. Eles podem reduzir o inchaço e a inflamação. Isso é principalmente importante para as pessoas que têm doenças do sistema imunológico, como a Síndrome de Cogan. O seu médico também pode prescrever antibióticos se uma infecção for a causa da SSHL. 

Em alguns casos, o médico pode inserir cirurgicamente um implante coclear no ouvido. O implante não restaura completamente a audição, mas pode amplificar os sons para um nível mais normal.

Panorama para as pessoas com perda auditiva

Cerca de dois terços das pessoas com SSHL recuperarão parcialmente a sua audição. Um estudo descobriu que 54,5% das pessoas com SSHL mostraram pelo menos uma recuperação parcial nos 10 primeiros dias de tratamento. 

A recuperação é mais completa em indivíduos que têm perda de audição de baixa ou alta frequência, comparado às pessoas que têm perda de audição em todas as frequências. Apenas cerca de 3,6% das pessoas com SSHL recuperam completamente a sua audição. Há uma menor possibilidade de recuperação no meio de idosos e pessoas com vertigem.

Aparelhos auditivos e amplificadores de telefone podem ajudar se sua audição não melhorar. A linguagem de sinais e a leitura labial também podem melhorar a comunicação para pessoas com perda auditiva severa.

Fonte: Health Line

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!