Por que a pneumonia pode ser fatal para algumas pessoas?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Por que a pneumonia pode ser fatal para algumas pessoas?

Do que se trata a pneumonia?

A pneumonia é uma infecção nos pulmões que pode ser causada por uma variedade de patógenos, incluindo vírus, bactérias e fungos. Quando você está com pneumonia, os minúsculos sacos de ar em seus pulmões ficam inflamados e podem se encher de líquido ou até mesmo de pus.

Ela varia de suave a séria ou, até mesmo, pode apresentar risco de vida  e levar à morte. Além disso, a pneumonia é a principal causa de morte de crianças com menos de 5 anos de idade ao redor do mundo.  

Quem corre o risco de um caso grave e por quê? Quais são os sintomas que você deve ter cuidado? Como você pode evitar a infecção? Veja todas as respostas no artigo a seguir.

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Quem está em risco?

A pneumonia pode afetar qualquer pessoa. Mas tem algumas que estão em um maior risco de desenvolver uma infecção grave ou que apresenta risco de vida. Geralmente, as pessoas que correm um maior risco possuem um sistema imunológico mais fraco ou uma condição ou fator de estilo de vida que afeta os pulmões.

As pessoas que têm uma maior chance de ter um caso sério ou que apresenta risco de vida incluem:

  • Crianças com menos de 2 anos
  • Adultos com mais de 65 anos
  • Pessoas que estão hospitalizadas, particularmente se foram colocados em um ventilador (respirador)
  • Indivíduos com uma doença ou condição crônica, como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica ou diabetes
  • Pessoas com um sistema imunológico debilitado devido a uma condição crônica, quimioterapia ou transplante de órgão
  • Pessoas que fumam cigarros

Por que acontece?

Os sintomas de pneumonia podem ser mais leves ou sutis em muitas populações de risco. Isso ocorre porque muitos grupos de risco têm um sistema imunológico enfraquecido ou uma condição aguda ou crônica.

Por causa disso, essas pessoas podem não receber o cuidado de que precisam até que a infecção se torne grave. É muito importante estar ciente do desenvolvimento de qualquer sintoma e procurar atenção médica imediatamente.

Além disso, a pneumonia pode piorar condições pré-existentes, especialmente as do coração e pulmões. Eventualmente, a maior parte das pessoas se recupera.

Os tipos de pneumonia que possuem um maior risco

Frequentemente, a causa pode determinar a gravidade da infecção.

Viral

A pneumonia viral é geralmente uma doença mais suave e os sintomas aparecem gradualmente. Contudo, é importante notar que as pneumonias virais, às vezes, podem ser ainda mais complicadas quando uma infecção bacteriana se desenvolve ao mesmo tempo ou após a pneumonia viral.

Bacteriana

Essas pneumonias são frequentemente mais graves. Os sintomas podem se desenvolver gradualmente ou podem aparecer repentinamente e podem afetar um ou muitos lobos pulmonares. Geralmente, quando múltiplos lobos pulmonares são afetados, a pessoa precisa ser hospitalizada. Antibióticos são usados para tratar a pneumonia bacteriana. Algumas complicações, como a bacteremia, podem ocorrer.

Talvez você já tenha ouvido falar da “pneumonia atípica”. Diferentemente de outros tipos, essa forma geralmente muito suave e, talvez, você nem note que tem essa condição.

Fúngica

A pneumonia fúngica é geralmente mais comum em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido e essas infecções podem ser muito graves.

Também pode ser classificada pelo local no qual ela é adquirida- na comunidade ou num ambiente hospitalar. A pneumonia adquirida em um hospital ou local de atendimento médico costuma ser mais perigosa porque você já está doente ou indisposto.

Além disso, a que é adquirida em um hospital pode ser mais grave devido à alta prevalência de resistência a antibióticos.

Reconhecendo os sintomas

Se você ou um ente querido tiver os seguintes sintomas, você deve marcar uma consulta com o médico para avaliar se você está com algum tipo de pneumonia:

  • Temperatura corporal anormal, como febre e calafrios, ou temperatura corporal abaixo do normal em idosos ou pessoas com sistema imunológico fraco
  • Falta de ar ou dificuldade em respirar
  • Tosse, possivelmente com muco ou catarro
  • Dor no peito quando você tosse ou respira
  • Cansaço ou fadiga
  • Confusão, particularmente em adultos mais velhos
  • Náuseas, vômitos ou diarreia

Evitando pneumonias que apresentam risco de vida

Você pode ajudar a evitar uma infecção grave ou potencialmente fatal, fazendo o seguinte:

Monitore a sua saúde

Esteja ciente de qualquer sintoma preocupante, especialmente se você tiver qualquer fator de risco. Além disso, lembre-se de que a pneumonia pode aparecer após outras infecções respiratórias, por isso, esteja ciente de qualquer sintoma novo ou da piora de um sintoma se você já estiver doente ou se esteve doente recentemente.

Vacine-se

Muitas vacinas podem ajudar a evitar infecções que potencialmente causam pneumonia. Essas incluem:

  • Pneumocócica
  • Gripe
  • Haemophilus influenzae (Hib)
  • Coqueluche
  • Sarampo
  • Varicela

Tenha uma boa higiene

Lave as suas mãos frequentemente, especialmente:

  • Após usar o banheiro
  • Antes de comer
  • Antes de tocar no seu rosto, boca e mãos

Use desinfetante para as mãos se o sabão não estiver disponível.

Tenha um estilo de vida saudável

Evite fumar cigarros e certifique-se de manter seu sistema imunológico fortalecido ao fazer exercícios regulares e ter uma dieta saudável.

Se você ou um ente querido estiver com sintomas de pneumonia, é importante consultar um médico, especialmente se você tiver certos fatores de risco. Se não for tratada, a infecção pode piorar rapidamente e apresentar risco de vida. O diagnóstico nos estágios iniciais é fundamental e leva a melhores resultados.

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!