Quais são os benefícios da luz do sol? 

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Quais são os benefícios da luz do sol? 

A luz do sol e a serotonina

Nós estamos acostumados a ouvir como os raios do sol podem ser prejudiciais para a pele. Mas você sabia que o equilíbrio certo pode ter muitos benefícios para o humor?

A luz do sol e a escuridão provocam a liberação de hormônios no seu cérebro. Acredita-se que a exposição à luz do sol aumenta a liberação cerebral de um hormônio chamado serotonina. A serotonina está associada a uma melhora do humor e também ajuda a pessoa a sentir-se calma e focada. 

À noite, a iluminação mais escura faz com que o cérebro produza outro hormônio chamado melatonina. Esse hormônio ajuda você a dormir.

Sem exposição suficiente à luz solar, os seus níveis de serotonina podem cair. Níveis baixos de serotonina estão associados a um maior risco de depressão maior com padrão sazonal (anteriormente conhecida como transtorno afetivo sazonal). Esta é uma forma de depressão desencadeada pelas mudanças das estações.

Uma melhora do humor não é o único motivo para aumentar a quantidade do tempo exposto à luz do sol. Há uma série de benefícios para a saúde associados a pegar quantidades moderadas de raios solares. 

Não fique na dúvida! Agende agora uma consulta pelo Doutor Já 

A luz do sol e a saúde mental 

A luz do sol estimula áreas especiais na retina, o que desencadeia a liberação de serotonina.

Uma exposição reduzida ao sol foi associada a uma queda nos níveis de serotonina, o que pode levar à depressão maior com padrão sazonal.Então, você está mais propenso a ter esse tipo de depressão no inverno, já que os dias são menores. 

Devido a essa conexão, um dos principais tratamentos para a depressão com padrão sazonal é a terapia de luz, também conhecida como fototerapia. =

A exposição à luz do sol também pode beneficiar aquelas pessoas com:

  • Outros tipos de depressão maior
  • Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPR)
  • Mulheres grávidas com depressão

Transtornos relacionados à ansiedade e ataques de pânico também foram ligados a mudança das estações e uma luz solar reduzida. 

Benefícios extras da luz do sol 

Pegar de 5 a 15 minutos de luz do sol nos seus braços, mãos e rosto de duas a três vezes na semana é o suficiente para aproveitar os benefícios da vitamina D propiciados pelo sol.

Os benefícios do sol vão além de lutar contra o estresse. A seguir estão alguns motivos para pegar um solzinho:

Construindo ossos fortes

A exposição à radiação ultravioleta-B nos raios solares faz com que a pele da pessoa produza vitamina D. De acordo com um estudo de 2008, em um período de 30 minutos enquanto estiver com roupa de banho, a pessoa produzirá os seguintes níveis de vitamina D:

A vitamina D produzida graças ao sol tem um papel fundamental na saúde óssea. Baixos níveis de vitamina D foram ligados ao raquitismo na infância e a doenças que causam o desgaste ósseo, como osteoporose e osteomalacia. 

Prevenção de câncer

Embora a exposição excessiva à luz solar possa contribuir para os cânceres de pele, uma quantidade moderada de luz solar apresenta benefícios preventivos quando estamos falando de câncer. 

De acordo com pesquisadores, as pessoas que vivem em áreas com menos horas de luz solar são mais propensas a ter alguns tipos específicos de câncer do que aquelas que vivem onde há mais sol durante o dia. Esses cânceres incluem: 

  • Câncer de colo
  • Linfoma de Hodgkin
  • Câncer de ovário
  • Câncer de pâncreas
  • Câncer de próstata

Curando as condições de pele

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a exposição ao sol também pode ajudar a tratar diversas condições de pele. Os médicos recomendam a exposição à radiação UV para tratar:

  • Psoríase
  • Eczema
  • Icterícia
  • Acne

Enquanto a terapia de luz não funciona para todo mundo, um dermatologista pode dizer se os tratamentos de luz irão ajudar nas suas condições específicas de pele. 

Condições extras 

Alguns estudos de pesquisadores revelaram ligações preliminares entre a luz do sol e um tratamento em potencial para várias outras condições. Essas incluem:

  • Artrite reumatoide (AR)
  • Lúpus eritematoso sistêmico
  • Doença inflamatória intestinal
  • Tireoidite

A luz do sol e a moderação 

A pessoa está mais propensa a queimar-se com a luz do sul ao sair, quando os raios solares estiverem mais diretos. Isso geralmente acontece entre às 10:00 até às 16:00. 

Enquanto há vários motivos para pegar sol, os raios emitem radiação ultravioleta (UV). A radiação UV pode penetrar na pele e danificar o DNA da célula. Isso pode levar ao câncer de pele.

As pessoas com pele clara geralmente se queimam mais rapidamente do que aquelas com a pele mais escura. Além disso, é mais provável que você sofra uma queimadura solar quando os raios do sol estiverem mais diretos. Isso geralmente acontece entre às 10:00 até às 16:00. 

Pegar de 5 a 15 minutos de luz do sol nos seus braços, mãos e rosto de duas a três vezes na semana é o suficiente para aproveitar os benefícios da vitamina D propiciados pelo sol. Note que o sol deve penetrar na pele. Usar protetor solar ou roupas cobrindo a pele não resultará na produção de vitamina D. 

Mas se você for ficar ao ar livre por mais de 15 minutos, é uma boa ideia proteger a pele. Você pode fazer isso ao aplicar protetor solar com um fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 15. Usar um chapéu de proteção e camisa também pode ajudar. 

Fonte: Health Line

Não fique na dúvida! Agende agora uma consulta pelo Doutor Já