Qual é a melhor dieta? Baixa ingestão de gordura ou carboidratos?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Qual é a melhor dieta? Baixa ingestão de gordura ou carboidratos?

 

Restringir a gordura da dieta pode levar a uma maior perda de gordura corporal do que a restrição de carboidratos.

Em um estudo publicado no jornal Cell Metabolism, pesquisadores descobriram quecontrário ao que é popularmente afirmadorestringir a gordura da dieta pode levar a uma maior perda de gordura corporal do que a restrição de carboidratos. Isso ocorre apesar do fato de que uma dieta com baixo teor de carboidrato reduz a insulina e aumenta a queima de gordura.

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

Dieta monitorada de perto

No estudo, 19 voluntários adultos obesos ficaram em uma enfermaria metabólica (metabolic ward) por dois períodos de duas semanas. Durante esse tempo, a ingestão de comida foi monitorada de perto e controlada.

Ao fim dos dois períodos de dieta, a perda de gordura corporal foi maior quando a dieta de gordura era restrita comparada a restrição de carboidratos, apesar de mais gordura ter sido queimada com a dieta com baixo teor de carboidratos.

O pesquisador do estudo Kevin Hall, Ph.D., que também é pesquisador sobre metabolismo no National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases, vem usando dados de dezenas de estudos de alimentação controlada desde 2003 para construir modelos matemáticos de como diferentes nutrientes afetam o metabolismo humano e o peso corporal.

Hall diz que esse estudo mostra que pequenas diferenças entre restrição de gordura e carboidrato sob condições controladas.  Isso vai contra o conceito de que todas as calorias são iguais quando se fala da perda de gordura corporal.

Buscar Médicos – Consultas e Exames com Preços Acessíveis

 

Os resultados são significativos?

Dr. Frank Hu, Ph.D., professor de nutrição e epidemiologia em Harvard T.H. Chan School of Public Health, acredita que mais fatores importantes para a perda de peso.

Enquanto chama o estudo de interessante erigorosamente conduzido”, Hu disse quenão retrata, na verdade, situações da vida real”.

Esse foi um estudo pequeno e foi feito sob condições laboratoriais controladas. Ele não se aplica necessariamente ao modo como as pessoas vivem, ” disse Hu, que também é professor de medicina em Harvard Medical School. “Na vida real, as pessoas fazem escolhas e não aderem sempre a dietas que promovem a perda de peso a longo prazo. ”

Na vida real, as pessoas fazem escolhas e não aderem sempre a dietas que promovem a perda de peso a longo prazo. “ Frank Hu

 

Além disso, Hu disse que um estudo que dura apenas algumas semanas pode não produzir uma imagem completa e confirmar se uma dieta é mais beneficial que outra para uma perda de peso a longo prazo.

Experimentos clínicos que foram publicados até agora mostram que, em curto prazo, quase todas as dietas podem levar à perda de peso“, ele observou.

Mas a questão é se um indivíduo pode manter a perda de peso a longo prazo e isso depende principalmente de outros fatores, como o comportamento, ele assinalou.

 

Você deve mudar a sua dieta?

A resposta não é tão simples.

É importante que as pessoas não saiam com a ideia de que este estudo mostra que dietas com baixo teor de gordura são melhores do que dietas com baixo teor de carboidratos para a perda de gordura no mundo real. Nós tentamos ser muito claros sobre isso no jornal “, Hall disse.

Pelo contrário, o estudo procurou entender como o corpo se adapta quando as pessoas experimentam mudanças significativas em suas dietas, ele explicou.

Outros fatores, como escolher uma dieta que você consiga manter, são muito mais importantes, observou Hall.

Não sinta que está em desvantagem devido a uma teoria popular de que as dietas com baixo teor de carboidratos oferecem algum tipo de vantagem metabólica. Faça a que você consegue manter. ” Kevin Hall

 

O último conselho de Hall: vá com a que melhor funciona para você.

Não sinta que está em desvantagem devido a uma teoria popular de que as dietas com baixo teor de carboidratos oferecem algum tipo de vantagem metabólica. Faça a que você consegue manter. ”

Depois disso, Hall e seus associados vão investigar como as dietas com baixo teor de carboidrato e gordura afetam os circuitos de recompensa do cérebro, como também, a sua resposta aos estímulos alimentares.

Fonte: Health Line

Se precisar de consultas com nutricionista, conte com a gente!