Quando as crianças devem ir ao dentista pela primeira vez?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Quando as crianças devem ir ao dentista pela primeira vez?

O bebê está babando mais do que de costume, com vontade mastigar coisas duras, ficando mais irritado, sem vontade de comer e também ficando com as gengivas inflamadas? Isso pode ser sinal de que os primeiros dentinhos dele estão vindo aí. Mas qual é a idade certa para levar a criança, pela primeira vez, ao dentista? A dúvida é frequente dentre os pais de primeira viagem.

A criança deve ser levada ao profissional após o surgimento do primeiro dente, que costuma ser por volta dos seis ou sete meses de idade. Em geral, os primeiros a aparecer, do total de 20 dentes de leite (dentes decíduos) normais para uma criança, são os dois inferiores da frente (incisivos centrais). Na consulta, os pais recebem orientações sobre a alimentação do bebê, a forma correta de escovar os dentes, o tipo de escova ideal, a pasta de dentes a ser usada e também dicas de prevenção dos problemas bucais mais comuns.

O principal benefício de levar o bebê para a consulta de odontopediatria é receber informações antes de os problemas aparecerem, além de ir acostumando e ensinando a criança da necessidade dos tratamentos bucais, evitando traumas à criança. Não havendo problemas, a consulta ao especialista pode se realizada de seis em seis meses. Caso haja problemas, como as cáries, a ida deve ser de três em três meses.

– Além disso, é necessário levar a criança ao dentista quando surge sangramento da gengiva, se algum dente estiver escuro ou quebrado – orienta a dentista Rosane Menezes Faria, desfazendo a ideia errada do senso comum que diz que dentes de leite não precisam ser cuidados.

Porém, isso não impede que os pais possam levar a criança ao dentista antes mesmo de os primeiros dentinhos aparecerem. Para Rosane, fatores como o hábito de chupar o dedo, o uso da chupeta e questões de higiene e a alimentação podem ser esclarecidas na consulta, assim como evitar as chamadas “cáries de mamadeira”, quando o bebê pega a doença por causa da ingestão de alimentos açucarados que ficaram retidos nos dentinhos, que não foram certamente limpos.

– O mais indicado é que os pais recebam orientações de prevenção dos principais problemas bucais já durante a gestação. Assim, quando o bebê nascer, a mãe já sabe como proceder com a limpeza da boca após as mamadas, que deve ser feita com água filtrada e gaze, entre outros – informa a especialista.

Os dentes permanentes costumam aparecer a partir dos seis anos, com o amolecimento periódico dos de leite. O primeiro molar, também chamado de “molar dos seis anos”, é o único que aparece sem que nenhum dente precise sair para ceder o lugar, na parte posterior ao último molar decíduo. Este é um dente muito importante para o funcionamento correto e o desenvolvimento de toda a cavidade oral, sendo também um dos primeiros que pode apresentar cáries.

Se precisar de consultas com dentista, conte com a gente!