Quer engravidar? Descubra como estimular sua fertilidade

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Quer engravidar? Descubra como estimular sua fertilidade

É um aspecto da nossa saúde que a maioria de nós dá como certo: fazer sexo, engravidar, não é verdade? Na realidade, até os menores estresses podem deixar o seu corpo fora de controle. Se você está tentando conceber, essas simples medidas saudáveis podem ajudar-lhe a proteger sua fertilidade.

Coma Bem

Aqui vai uma boa notícia: ficar bem nutrido aumenta suas chances de conceber! Certifique-se de incluir o suficiente de proteína, ferro, zinco, vitamina C e D na sua dieta, porque a deficiência nestes nutrientes tem sido associada a períodos menstruais prolongados (portanto, ovulação menos frequentes) e abortos espontâneos precoces. Pergunte ao seu médico se você deve tomar suplementos multivitamínicos diários. Certifique-se de comer alimentos ricos em proteína como carne, peixe, laticínios com baixo teor de gordura, ovos e feijão.

Pense antes de beber

Um crescente corpo de pesquisa ligou o consumo de álcool a uma diminuição na capacidade de engravidar (também pode prejudicar o feto em desenvolvimento). Álcool altera os níveis de estrogênio, o que pode interferir na implantação do óvulo, embora, beber um copo de Pinot, ocasionalmente, com o jantar provavelmente não vai prejudicar sua fertilidade. Você também deve considerar reduzir a cafeína enquanto tenta conceber e durante a gravidez. Apesar dos resultados de estudos terem sido mistos, pesquisas sugerem que cafeína afeta os níveis dos hormônios femininos e podem afetar o tempo que leva para engravidar. Conclusão: se você está pensando em ficar grávida, seja abstêmia e limite sua quantidade diária de café para 200mg de cafeína (isso é cerca de uma a duas xícaras de café.)

Vigie seu peso

Além dos outros ricos que representa para a sua saúde, o excesso de gordura corporal pode levar a uma superprodução de alguns hormônios que atrapalham a ovulação. Seus ciclos menstruais podem ser menos regulares, você pode ovular com menos frequência e você reduz suas chances de ficar grávida. Por outro lado, pouca gordura corporal significa que o seu corpo pode não produzir hormônios suficientes para ovular todo mês ou para sustentar uma gravidez se você conceber.  Exercícios podem ajudar-lhe a manter um peso saudável. Mas não exagere, diz Christopher Williams, doutor em medicina, um endocrinologista reprodutivo na Universidade da Virgínia, em Charlottesville e autor do livro The Fastest Way to Get Pregnant Naturally. Fale com o seu médico ou parteira sobre sua rotina de exercícios antes de tentar ficar grávida.

Fique livre de pesticidas

Muitos pesticidas e herbicidas- produtos químicos usados para matar insetos e ervas daninhas que ameaçam as culturas- diminuem a fertilidade do homem e podem afetar a fertilidade feminina, inibindo a função do ovário e interrompendo o ciclo menstrual. A maioria dos estudos realizados até a data aborda como a exposição laboral afeta a fertilidade, mas um estudo publicado na edição de março de 2015 da Human Reproduction é o primeiro a mostrar como comer frutas e vegetais com pesticidas pode afetar a contagem de espermas e espermas de baixa qualidade. Então, se você está tentando engravidar, é sempre uma boa ideia comer frutas e vegetais orgânicos, lave cuidadosamente os que tiverem com resíduos e evite aplicar pesticidas na sua grama ou jardim.

Observe problemas do local de trabalho

De acordo com o Centro para Controle de Doenças, radiação, óxido nitroso, combustível para jatos e certos produtos químicos industriais comuns podem prejudicar os ciclos menstruais e diminuir a fertilidade. É desnecessário dizer, tenha cuidado se você trabalha com produtos químicos perigosos. Os turnos de trabalho rotativos também podem afetar a fertilidade: um estudo com aproximadamente 120 mil mulheres descobriu que aquelas que trabalhavam  em turnos rotativos apresentaram 80 por cento a mais de chance de problemas na fertilidade em relação àquelas que trabalhavam no turno do dia estável. (Os turnos à noite apenas também foram melhores que os rotativos). Então, lembre-se de maximizar sua fertilidade pedindo por turnos fixos, se possível, e sempre use equipamento de proteção pessoal se você trabalha em ambientes com certos produtos químicos.

Chute traseiro (isto é, cigarros)

Como se você precisasse de outra razão para parar de fumar: as toxinas do cigarro não só danificam os óvulos da mulher, interferem no processo de fertilização e implantação, como também causam o envelhecimento dos ovários. Isso significa que os ovários de uma fumante de 35 anos funcionam como se pertencessem a uma de 42 anos e, portanto, são menos férteis, diz Robert Barbieri, doutor em medicina, chefe de obstetrícia e ginecologia no Brigham e Hospital da Mulher, em Boston, e co-autor de 6 Steps to Increased Fertility.”Fumar danifica permanentemente a sua fertilidade, mas quando você para com o cigarro, você recupera alguma função ovariana.”

Conheça o seu ciclo

Um ciclo menstrual normal dura de 21 a 35 dias (comece a contar no primeiro dia do seu período). Se o seu ciclo é notavelmente maior- digamos, 42 dias, você pode assumir que está ovulando menos vezes e você deve ver seu ginecologista/obstetra ou parteira, diz Michael Soules,doutor em medicina, ex-presidente da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva e sócio-gerente da Seattle Reproductive Medicine, uma clínica de fertilidade em Seattle.Quando você estiver pronta para conceber, encontre o seu período fértil, durante o qual você deve ter relações sexuais regularmente. Os dias férteis da mulher são, geralmente, o dia da ovulação e  4 dos 5 dias anteriores, não posteriores. Mas não assuma que você vai automaticamente ovular no dia 14 do seu ciclo: um estudo do National Institute of Environmental Health Sciences descobriu que ovulação varia drasticamente de mulher para mulher, ocorrendo já no dia 6 ou até 21 de um ciclo. Como você pode determinar quando está ovulando? Os kits de teste de ovulação baseados em urina ou saliva estão disponíveis sem receita médica; ambos os tipos verificam a presença de hormônios que indicam que a ovulação é iminente. Você também pode observar mudanças diárias na temperatura corporal basal.

Fique Ocupado no Quarto
Se as exigências de sua vida agitada diminuíram o seu desejo sexual, é uma boa idéia começar a ter relações sexuais com mais frequência.
Algumas pesquisas sugerem que as mulheres que se envolvem em relações sexuais regulares (pelo menos semanalmente) são mais propensas a ter ciclos menstruais previsíveis e ovulação normal do que as mulheres que têm sexo esporádico. Uma teoria: seu marido emite hormônios sexuais que influenciam seu sistema reprodutivo. Sexo semanal pode fazer com que você produza mais estrogênio. E não há dúvida que sexo frequente ajuda quando você está realmente tentando conceber. De acordo com a American Society for Reproductive Medicine, fazer sexo a cada um a dois dias durante o seu período fértil está associado às melhores chances de gravidez. Mas porque o sexo obrigatório em certos dias pode se tornar uma tarefa, você também pode tentar fazer amor a cada poucos dias durante todo o mês.

Seja inteligente com as coisas escorregadias

Alguns lubrificantes sexuais realmente tornam mais difícil para o esperma atingir seu objetivo de fertilizar um óvulo. Mas até alguns lubrificantes naturais devem ser evitados (como saliva e azeite). Ao invés disso, opte por melhores escolhas como óleos de canola, amendoim, vegetal, bebê ou  mineral.Ou considere usar o Pre-Seed, um lubrificante sem receita, projetado para não atrapalhar o esperma.

Não enxágue

Enxaguar pode eliminar bactérias normais e protetoras na vagina, deslocando o equilíbrio e colocando você em risco de Vaginose bacteriana, uma infecção vaginal comum, mas muitas vezes negligenciada. Um odor de peixe e um corrimento acinzentado são frequentemente os únicos sinais. A Vaginose bacteriana não tratada foi associada ao trabalho de parto prematuro e pode estar relacionada a maior risco de aborto espontâneo e infertilidade. Consulte o seu médico se você notar algum novo sintoma vaginal(coceira, queimação, corrimento incomum ou feridas). É improvável uma infecção do trato reprodutivo, mas é melhor estar segura quando sua fertilidade está em jogo.

Proteja-a com a Pílula

Sim, a pílula de controle de natalidade pode realmente aumentar a sua fertilidade. “Eu suspeito que contraceptivos orais, que diminuem a ovulação, acalmam seu sistema reprodutivo, protegendo seus ovários do envelhecimento’ diz Dr. Barbieri. Para algumas mulheres, a pílula pode ser crítica na preservação da fertilidade, porque ela mantém duas comuns condições, endometriose e fibromas uterinos, que ficam sob controle ao diminuir o crescimento do tecido uterino. (Com endometriose, o tecido uterino cresce para fora do útero, causando dolorosas cólicas e frequentemente machuca as trompas de falópio ou outros órgãos. Os fibróides uterinos são crescimentos benignos que podem tornar a gravidez difícil ou impossível). Uma vez que você sai das pílulas anticoncepcionais, seu ciclo retornará ao padrão de pré-pílula em cerca de um mês.

Procure serenidade

Estresse pode prejudicar sua fertilidade. Um estudo que acompanhou 401 casais que estavam tentando engravidar descobriu que as mulheres com os níveis mais altos de alfa-amilase, um biomarcador de estresse, tinham uma probabilidade de gravidez 29% menor do que as mulheres com os níveis mais baixos do biomarcador de estresse. Especialistas suspeitam que estresse, como exercícios pesados, pode desequilibrar a produção hormonal do seu corpo, fazendo com que o seu ciclo menstrual seja menos confiável. Mas aprendendo a gerenciar o estresse através de técnicas de relaxamento (como a meditação mental ou o yoga) ou com o apoio de um conselheiro ou grupo, você pode colocar seus hormônios no caminho certo, diz o Dr. Barbieri.

Não negligencie a saúde dele

As mesmas coisas que prejudicam a sua fertilidade podem fazer o mesmo com a saúde reprodutiva do seu marido. Cigarros, álcool, uma má alimentação- qualquer um desses pode contribuir para uma menor produção de esperma ou mobilidade (habilidade de nadar).
Estudos também rastrearam danos cromossômicos nos espermatozoides devido à fumaça do cigarro e ao consumo intenso de álcool. Obter nutrientes suficientes todos os dias – particularmente vitaminas E e C e selênio mineral – o ajudará a produzir esperma saudável. Tomar um multivitamínico diário é um bom passo, diz Dr. William. “Leva quase três meses para um homem fazer novos espermas, então ele também precisa pensar adiante.”

Fonte: Parents

Se precisar de consultas com ginecologista, conte com a gente!