Tipos de gordura corporal: benefícios, perigos e mais 

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Tipos de gordura corporal: benefícios, perigos e mais 

Quais são os tipos de gordura?

Apesar do amplo uso da palavra “gordura” para descrever toda a gordura corporal, na verdade, há vários tipos de gordura diferentes no seu corpo. 

Alguns tipos de gordura podem ter um impacto negativo na sua saúde e podem contribuir para alguma doença. Outros são benéficos e necessários para a sua saúde.

Os principais tipos de gordura são as células brancas, marrons e bege. Elas podem ser armazenados como gordura essencial, subcutânea ou visceral.

Cada tipo de gordura desempenha um papel diferente. Alguns promovem níveis hormonais e metabolismo saudáveis, enquanto outros contribuem para doenças que apresentam risco de vida, incluindo:

  • Diabetes tipo 2
  • Doença cardíaca
  • Pressão alta
  • Câncer 

Veja abaixo os 3 diferentes tipos de gordura corporal!  

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!

3 tipos de gordura 

Branca 

A gordura branca é o tipo de gordura em que a maior parte das pessoas pensa imediatamente.

É feita de grandes células brancas que são armazenadas sob a pele ou ao redor dos órgãos na barriga, braças,nádegas e coxas. Essas células gordurosas são a forma do corpo armazenar energia para ser usada posteriormente. 

Esse tipo de gordura também desempenha um grande papel no funcionamento de hormônios, como:

  • Estrogênio
  • Leptina (um dos hormônios que estimula a fome)
  • Insulina
  • Cortisol (hormônio do estresse)
  • Hormônio do crescimento

Enquanto um pouco de gordura branca é necessário para uma boa saúde, gordura branca em excesso é muito prejudicial. Percentagens de gordura corporal saudável variam dependendo do seu nível de aptidão ou atividade física.

Uma percentagem de gordura corporal mais alta que o recomendado pode colocá-lo em risco dos seguintes problemas de saúde:

  • Diabetes tipo 2
  • Doença arterial coronariana
  • Pressão alta
  • Acidente vascular encefálico
  • Desequilíbrios hormonais
  • Complicações na gravidez
  • Doença renal
  • Doença hepática
  • Câncer

Marrom 

A gordura marrom é um tipo de gordura principalmente encontrada em bebês, apesar dos adultos ainda permanecerem com uma pequena quantidade de gordura marrom, geralmente no pescoço e ombros.

Esse tipo de gordura queima os ácidos graxos para mantê-lo aquecido.Os pesquisadores estão interessados em descobrir maneiras de estimular a atividade da gordura marrom para ajudar a evitar a obesidade. 

Bege 

A gordura bege é uma área de estudo relativamente nova. Essas células de gordura têm um funcionamento entre as células marrons e brancas. De maneira similar à gordura marrom,as células bege podem ajudar a queimar gordura ao invés de armazená-la.

Acredita-se que certos hormônios e enzimas que são liberados quando você está estressado, com frio ou quando se exercita podem ajudar a converter a gordura branca em gordura bege.

Essa é uma área de pesquisa empolgante que possivelmente pode ajudar a evitar a obesidade e maximizar os níveis de gordura corporal saudáveis.

Tipos de armazenamento da gordura

Gordura essencial 

A gordura essencial é exatamente isso, essencial para a sua vida e para um corpo saudável. Essa gordura é encontrada no seu:

  • Cérebro
  • Medula óssea
  • Nervos
  • Membranas que protegem os seus órgãos

A gordura essencial desempenha um papel muito importante na regulação de hormônios, incluindo os que controlam a fertilidade, absorção de vitamina e regulação da temperatura. 

De acordo com o Conselho Americano de Exercício, a composição corporal das mulheres precisa que pelo menos 10 a 13%  venha da gordura essencial para ter boa saúde, enquanto os homens precisam de pelo menos 2% a 5%.

Subcutânea 

A gordura subcutânea refere-se à gordura armazenada sob a pele. É uma combinação das células de gordura (adiposas) marrons, beges e brancas.

A maior parte da nossa gordura corporal é subcutânea. É a gordura que você consegue apertar ou beliscar nos seus braços, barriga, coxas e nádegas. 

Profissionais de ginástica usam pinças para medir a gordura subcutânea como forma de estimar o percentual de gordura corporal total.

Uma certa quantidade de gordura subcutânea é normal e saudável, mas em excesso pode levar a desequilíbrios nos níveis hormonais e sensibilidade. 

Visceral

A gordura visceral, também conhecida como “gordura da barriga”, é a gordura branca que é armazenada no seu abdômen e ao redor dos seus órgãos principais, como o fígado, rins, pâncreas, intestinos e coração.

Níveis altos de gordura visceral pode aumentar o seu risco de diabetes, doença cardiovascular, derrame, doença arterial e alguns tipos de cânceres.

Quais são os benefícios?

A composição corporal é muito importante. O seu corpo funcionará melhor com um percentual de gordura geral adequado. Ter um percentual de gordura corporal saudável oferece muitos benefícios, como:

  • Regulação de temperatura
  • Níveis hormonais equilibrados
  • Melhor saúde reprodutiva
  • Armazenamento adequado de vitaminas
  • Boa função neurológica
  • Metabolismo saudável
  • Açúcar no sangue equilibrado

E os riscos? 

Ter muita gordura branca, particularmente gordura visceral, pode ser prejudicial para a sua saúde. A gordura visceral pode aumentar o seu risco das seguintes condições de saúde:

  • Doença cardíaca
  • Acidente vascular encefálico (derrame)
  • Doença arterial coronariana
  • Aterosclerose
  • Complicações na gravidez
  • Diabetes tipo 2
  • Distúrbios hormonais
  • Alguns cânceres

Percentagem de gordura corporal 

A composição corporal pode ser medida usando diversos métodos.

Medição de dobras cutâneas

Um método comum de estimar a porcentagem de gordura corporal é a medição de dobras cutâneas. Um técnico treinado pode usar pinças, um instrumento semelhante a um tong, para apertar e medir dobras de pele em seus braços, cintura e coxas para estimar a porcentagem total de gordura corporal. 

Esse método mede principalmente a gordura subcutânea.

Bod Pod

Outro método é usar um dispositivo chamado Bod Pod. Durante uma avaliação da composição corporal, o dispositivo utiliza as proporções de peso e volume do corpo para determinar o percentual de gordura total. Este método teoricamente mede todos os tipos de gordura presentes no seu corpo. 

Análise de impedância bioelétrica

A análise de impedância bioelétrica é outro método para determinar o percentual de gordura corporal. É frequentemente usada em instalações de treinamento esportivo. Este teste envolve ficar em um dispositivo que usa corrente elétrica para medir a quantidade de massa magra versus a de massa gorda em seu corpo. 

Índice de massa corporal (IMC)

O índice de massa corporal (IMC) e os testes de circunferência da cintura também podem ser úteis. Embora não forneçam uma taxa de perda de peso corporal, eles fornecem uma estimativa com base na sua altura e peso. 

O IMC é calculado como uma relação de peso e altura, enquanto a circunferência da cintura é uma medida da menor parte da cintura. 

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde (NIH), um IMC maior que 25 é considerado acima do peso, enquanto um IMC acima de 30 é considerado obeso.

Uma circunferência da cintura maior que 80 cm em mulheres e 100 cm em homens é considerada um maior risco de doença, uma vez que o aumento da circunferência da cintura pode indicar a presença de gordura visceral.

Dieta e gordura 

Uma suposição comum é que uma dieta rica em gordura é o que faz com que uma pessoa tenha muita gordura corporal. Isso é apenas parcialmente verdade. Embora a gordura seja mais rica em calorias do que carboidratos ou proteínas, as pessoas precisam de uma certa quantidade de gordura na dieta para ter boa saúde.

Alimentos processados e refinados que são ricos em carboidratos e contam com poucas fibras também podem levar ao ganho de peso. As pessoas com dietas que são ricas em açúcares refinados e alimentos processados, geralmente, são mais propensas à gordura visceral, que é mais é mais perigosa como preditor de doença do que a gordura subcutânea.

As calorias consumidas que não são necessárias para o corpo serão armazenadas como reservas de gordura. Em termos de ganhar ou perder peso, o número total de calorias que você ingere versus o número de calorias que queima todos os dias é o que importa, ao invés de onde essas calorias vêm: gordura, carboidratos ou proteínas.

O que os especialistas recomendam?

A maior parte dos especialistas recomenda uma dieta rica em proteínas, carboidratos complexos e fibra com tamanhos de porções moderados. Uma dieta saudável é mais eficaz quando combinada com um programa de exercícios regulares. 

O treinamento de força, em particular, é eficaz no aumento do metabolismo, na construção de massa muscular magra e na prevenção do ganho de gordura a longo prazo. 

Fonte: Health Line

Está com alguma dúvida? Pergunte aos nossos especialistas e veja algumas respostas que já temos!