Tudo o que você precisa saber sobre conjuntivite alérgica

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Tudo o que você precisa saber sobre conjuntivite alérgica

O que é conjuntivite alérgica?

Quando os olhos são expostos a substâncias como poeiras, eles ficam vermelhos, lacrimejantes e coçam. A conjuntivite alérgica é uma inflamação do olho causada por uma reação alérgica a substâncias como o poeira ou esporos de mofo. 

A parte de dentro das suas pálpebras e o revestimento do seu globo ocular possuem uma membrana chamada conjuntiva. A conjuntiva está suscetível à irritação por causa de alérgenos, especialmente durante a temporada de rinite alérgica. A conjuntivite é bem comum, é quando seu corpo reage a substâncias consideradas prejudiciais. 

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Quais são os tipos de conjuntivite alérgica?

A conjuntivite alérgica divide-se em dois tipos principais:

Conjuntivite alérgica aguda

Essa é uma condição de curto prazo que é mais comum durante a temporada de alergias. As suas pálpebras incham, coçam e ardem repentinamente. Você também pode ficar com o nariz escorrendo.

Conjuntivite alérgica crônica 

Uma condição menos comum chamada conjuntivite alérgica crônica pode ocorrer durante o ano todo. É uma resposta mais suave a alérgenos como comida, poeira e pêlos de animais. Os sintomas comuns vão e voltam, mas eles incluem coceira e ardência nos olhos e sensibilidade à luz.

O que causa a conjuntivite alérgica?

Quando o seu corpo tenta se defender de uma ameaça percebida, a conjuntivite alérgica pode aparecer. Ele faz isso em relação a coisas que provocam a liberação de histamina. O seu corpo produz esse composto químico potente para lutar contra invasores externos. Algumas das substâncias que causam essa reação são:

  • Pó doméstico
  • Pólen de árvores e grama
  • Esporos de mofo
  • Pêlos de animais
  • Aromas químicos, como detergentes domésticos ou perfumes

Quem está em risco de conjuntivite alérgica?

As pessoas que possuem alergias são mais propensas a desenvolverem conjuntivite alérgica. 

As alergias afetam pessoas de todas as idades, apesar de serem mais comuns em crianças e jovens adultos. Se você tem alergia e mora em um local com alta contagem de pólen, você está mais suscetível à conjuntivite alérgica. 

Quais são os sintomas?

Olhos vermelhos, ardentes, lacrimejantes e com coceira são sintomas comuns da conjuntivite alérgica. Você também pode acordar de manhã com os olhos inchados. 

Como a conjuntivite alérgica é diagnosticada?

O seu médico examinará os seus olhos e revisará o seu histórico alérgico. A vermelhidão na parte branca do olho e pequenos inchaços na parte interna das suas pálpebras são sinais visíveis da conjuntivite. O seu médico também pode pedir um dos seguintes exames:

  • Teste cutâneo de alergia expõe a sua pele a alérgenos específicos e permite que o seu médico examine a reação do seu corpo, que pode incluir inchaço e vermelhidão.
  • Um exame de sangue pode ser recomendado para ver se seu corpo está produzindo proteínas, ou anticorpos, para se proteger contra alérgenos específicos, como mofo ou poeira.
  • Uma raspagem do tecido conjuntival pode ser feita para examinar os glóbulos brancos que se ativam quando você tem alergias.

Como é tratada?

Há muitos métodos de tratamento disponíveis para a conjuntivite alérgica:

Cuidados em casa

Tratar a conjuntivite alérgica em casa envolve uma combinação de estratégias de prevenção e atividades para aliviar os seus sintomas. Para minimizar a sua exposição a alérgenos:

  • Feche as janelas quando a contagem de pólen estiver alta
  • Mantenha a sua casa livre de poeira
  • Use um purificador de ar interno
  • Evite a exposição a produtos químicos, corantes e perfumes

Para aliviar os seus sintomas, evite esfregar os olhos. Aplicar uma compressa fria nos olhos pode ajudar a diminuir a inflamação e a coceira. 

Medicações

Em casos mais problemáticos, os cuidados em casa podem não ser adequados. Você precisará ver um médico que poderá recomendar as seguintes opções:

  • Um anti-histamínico oral ou de venda livre (sem prescrição) para reduzir ou bloquear a liberação de histamina
  • Anti-inflamatórios ou colírios anti-inflamatórios
  • Colírios para encolher vasos sanguíneos congestionados
  • Colírio esteróide

Qual é o panorama em longo prazo?

Com o tratamento adequado, você pode sentir alívio ou diminuir os seus sintomas. Entretanto, a exposição recorrente a alérgenos provavelmente provocará os mesmos sintomas no futuro. 

Como eu evito a conjuntivite alérgica?

Evitar completamente os fatores ambientais que causam a conjuntivite alérgica pode ser difícil. O melhor que você pode fazer é limitar a sua exposição a esses riscos. Por exemplo, se você sabe que é alérgico a perfume ou à poeira, você pode tentar minimizar a sua exposição ao usar sabonetes e detergentes sem essência. Uma outra sugestão é instalar um purificador de ar na sua casa. 

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!