Você sabe a diferença entre quimioterapia e radioterapia?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Você sabe a diferença entre quimioterapia e radioterapia?

Foque nas suas necessidades

Se você tem câncer ou conhece alguém que tem, há muitas opções de tratamento que podem ajudar a curar e administrar.  As duas mais conhecidas são a quimioterapia e radioterapia. Entretanto, você sabe o que é o mais importante para a recuperação rápida e eficaz? É encontrar a opção certa de tratamento que é compatível com as suas necessidades.

 

Entre quimioterapia e radioterapia, qual o melhor tratamento?

Dois dos mais comuns tipos de tratamento para câncer são quimioterapia e radioterapia. O método de tratamento ideal pode variar, dependendo de:

– Seu tipo de câncer

– O estágio que ele alcançou

– Sua saúde antes do tratamento

Essa escolha acontece após uma consulta e exames iniciais para receber um diagnóstico e análise precisos do seu câncer. A partir daí, o médico vai montar um plano de tratamento personalizado para você.  

A quimioterapia e radioterapia foram feitos para matar as células cancerosas. Cada tipo de tratamento tem processos e efeito no corpo muito diferentes. Abaixo,vamos falar sobre a diferença entre radioterapia e quimioterapia.

 

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Quimioterapia

Pra que serve a quimioterapia?

Esse tipo de tratamento usa drogas especiais. A quimioterapia serve pra achar e matar células que se dividem rapidamente. Esse tratamento funciona porque a rápida divisão é uma das características principais de células cancerosas. Além disso, essas drogas funcionam no seu corpo inteiro, não apenas em uma parte específica, por conta de como é a quimioterapia. Assim, a quimioterapia serve também pra evitar que essas células ruins se espalhem para outras partes do corpo.  

 

E quais os sintomas da quimioterapia?

Infelizmente, há outras células no corpo que se dividem rapidamente. Por isso, é importante saber quais os sintomas da quimioterapia para não ter nenhuma surpresa. As celulas dos nossos cabelos, os folículos capilares e o sistema digestivo são algumas que sofrem alteração com a quimio. Logo, é possível entender quais os sintomas da quimioterapia, como, perda de cabelo e problemas digestivos durante o tratamento.

Apesar desses efeitos colaterais, é importante lembrar que a medicação está trabalhando para matar as células cancerosas.

 

Como é feita a quimioterapia?

A quimioterapia é feita de forma intravenosa, por injeção, ou as drogas podem ser tomadas oralmente. Isso traz mais praticidade no tratamento, porque você pode se tratar no hospital, consultório médico ou até mesmo em casa.

 

botão cartão Doutor Já

Uma Alternativa aos Planos de Saúde

 

Radioterapia  

O que é radioterapia?

A radioterapia é uma tecnologia avançada de radiação que serve para matar células cancerígenas. A diferença entre radioterapia e quimioterapia é que enquanto a quimioterapia atua no corpo inteiro, a radioterapia serve para agir só nas áreas afetadas pelo câncer. Ou seja: a radiação não prejudica tanto suas células boas durante o tratamento. Ao invés de matar as células, como na quimioterapia, a radioterapia danifica o DNA das células escolhidas. Isso faz com que elas morram. Esse tratamento também afeta  as células saudáveis, mas elas tem maior capacidade de se curarem sozinhas após o tratamento.

 

Como é feita a radioterapia?

A radioterapia é feita durante pequenas sessões de tratamento, em um centro de radiação oncológica. O tratamento dura apenas alguns minutos e você não sente dor. Durante o tratamento, talvez você tenha que usar uma máscara, que te proteger mais da radiação. Há muitos tipos de radioterapia e cada um tem seus pontos fortes. Esses tipos de radioterapia incluem

– Radiação de feixe externo – Essa forma de radioterapia é feita com uma radiação é direcionada para a pele, para matar as células cancerígenas e encolher os tumores. Os tratamentos acontecem cinco dias por semana, durante várias semanas.

– Radiocirurgia Estereotáxica – A radiocirurgia estereotáxica encontra a localização exata do tumor. Este método de tratamento é mais indicado em pequenos tumores que não podem ser removidos cirurgicamente e nem tratados com terapia convencional.

– Braquiterapia Temporária ou de Alta Dose (HDR)- Essa maneira de quimioterapia é feita internamente. É colocado pequeno implante diretamente ou perto do tumor. Esse implante emite radiação direcionada ao longo do tempo. Depois de completo, o implante é removido e nenhuma radioatividade é deixada no corpo.

 

A radioterapia tem efeitos colaterais?

Sim. Por ser um tratamento local, ele afeta só a área do corpo onde o tumor está localizado. É por isso que os sintomas mudam tanto. Por exemplo, as pessoas geralmente não perdem o cabelo por fazer radioterapia. Mas, se radiação atinge áreas a uma parte do corpo que cresce o cabelo, como o couro cabeludo, você pode ter queda de cabelo. Alguns efeitos colaterais gerais são:
– Problemas de pele
– Fadiga
– Efeitos colaterais a longo prazo

 

Qual é mais forte?

A resposta é: entre quimioterapia e radioterapia a mais forte vai depender do caso. A quimioterapia e radioterapia foram projetadas para tratar o corpo e lutar contra as células cancerosas de diferentes maneiras. Além disso, diversos tipos de câncer irão responder de formas diferentes ao tratamento. Por isso, o médico deverá avaliar com você qual o melhor tratamento, tendo sempre em mente as suas necessidades específicas.

 

Fonte: Peninsularadiation