Você sabe o que é catarata?

Doutor Já Avatar

Doutor Já

Redação
Você sabe o que é catarata?

O que é catarata?

A catarata é uma área densa, nebulosa, que se forma nas lentes do olho. A catarata começa quando proteínas no olho formam pequenas partículas que evitam que a lente envie imagens claras à retina. Essa retina funciona convertendo a luz que chega através das lentes em sinais. Ela envia os sinais ao nervo óptico, que os leva ao cérebro.

Essa condição demora para se desenvolver e acaba interferindo na visão. No fim das contas, você pode ter catarata nos dois olhos, mas, geralmente, elas não se formam ao mesmo tempo. A catarata é comum em pessoas mais velhas. 

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

Quais são os sintomas?

Sintomas comuns da catarata incluem:

  • Visão embaçada
  • Dificuldade para ver à noite
  • Ver as cores desbotadas
  • Aumento da sensibilidade ao brilho
  • Auréolas em torno das luzes
  • Visão dupla no olho afetado
  • Necessidade de mudanças frequentes nos óculos de grau

Quais são as causas?

Há uma série de causas da catarata. Essas podem ser:

  • Uma superprodução de oxidantes, que são moléculas de oxigênio que foram quimicamente alteradas devido à vida diária normal
  • Fumar
  • Radiação ultravioleta
  • O uso a longo prazo de esteroides e outros medicamentos
  • Certas doenças, como o diabetes
  • Trauma
  • Radioterapia

Quais são os tipos?

Há diferentes tipos. Eles são classificados com base no local e como se desenvolveram no seu olho. 

  • A catarata nuclear forma-se no meio das lentes e faz com que o núcleo, ou centro, fique amarelo ou marrom. 
  • A catarata cortical se dá em forma de cunha e se forma ao redor das bordas do núcleo.
  • A catarata capsular posterior se forma mais rapidamente que os outros dois tipos e afeta a parte posterior (de trás) da lente.
  • A catarata congênita, que está presente no nascimento ou que se forma durante o primeiro ano do bebê, é menos comum do que as cataratas relacionadas à idade.
  • A catarata secundária é causada por doenças ou medicamentos. As doenças que estão relacionadas ao desenvolvimento, são: o glaucoma e diabetes. 
  • A catarata traumática se desenvolve após uma lesão no olho, mas pode demorar vários anos até que isso aconteça.
  • A catarata de radiação pode se formar após uma pessoa passar pelo tratamento com radiação para o câncer.

 

Fatores de risco

Os fatores de risco incluem:

  • Ser idoso
  • Consumo excessivo de álcool
  • Tabagismo
  • Obesidade
  • Pressão alta (arterial) 
  • Lesões oculares anteriores
  • Histórico familiar 
  • Exposição em excesso ao sol
  • Diabetes
  • Exposição à radiação vinda de raio-x e tratamentos contra o câncer

Diagnosticando

O seu médico irá realizar um exame oftalmológico abrangente para verificar se há catarata e avaliar a sua visão. Isso incluirá um teste de olho gráfico para verificar a sua visão em diferentes distâncias e tonometria para medir a pressão ocular. 

O seu médico também colocará umas gotas de colírio nos seus olhos para aumentar as suas pupilas. Isso facilita a checagem do nervo óptico e da retina do olho para ver se há algum dano. 

Outros testes que o seu médico pode fazer incluem checar a sua sensibilidade ao brilho e a sua percepção de cores.

Como tratar?

Se você não puder passar por uma cirurgia ou não estiver interessado, o seu médico pode ser ajudá-lo a administrar os seus sintomas. Ele pode sugerir óculos mais fortes, lentes de aumento, ou óculos de sol com revestimento antirreflexo.

Cirurgia

A cirurgia é recomendada quando a doença impede você de fazer as suas atividades diárias, como ler ou dirigir. A cirurgia também é realizada quando a catarata interfere no tratamento de outro problema ocular.

A cirurgia para removê-la é geralmente muito segura e tem um alto índice de sucesso. A maior parte das pessoas pode voltar para casa no mesmo dia da cirurgia.

É possível evitá-la?

Para diminuir o risco de desenvolver catarata:

  • Proteja os seus olhos dos raios UVB ao usar óculos de sol em locais externos
  • Faça exames oftalmológicos regularmente
  • Pare de fumar
  • Coma frutas e vegetais que contenham antioxidantes
  • Mantenha um peso saudável
  • Mantenha o diabetes e outras condições médicas sob controle

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!